Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias metabolômicas baseadas em LC-HRMS para investigação de potenciais biomarcadores para diagnóstico clínico - Fase I

Resumo

Metabolômica é uma das técnicas ômicas emergente que está recebendo grande atenção tanto na ciência básica quanto em aplicações clínicas e no desenvolvimento de novos fármacos. Destaca-se como uma das ferramentas mais amplas para a investigação do perfil metabólico de diferentes doenças; a identificação de alvos em rotas metabólicas e a investigação de novos biomarcadores para diagnóstico, monitoramento e prognóstico. A metabolômica através do emprego da cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massa de alta resolução (LC-HRMS) possibilita um aumento da seletividade e precisão na identificação de metabólitos. Os recentes avanços em bioinformática, bancos de dados e estatísticas fornecem uma percepção única da interação dos metabólitos e da dinâmica das vias metabólicas em sistemas fisiológicos. Nesse contexto, vários estudos têm utilizado técnicas metabolômicas em trabalhos relacionados à avaliação e monitoramento fisiológico e metabólico de indivíduos; resposta clínica a diferentes exercícios; intervenções nutricionais; processos patológicos; respostas a diferentes intervenções farmacológicas e a descoberta e monitoramento de biomarcadores para aspectos distintos, tais como: capacidade fisiológica, fadiga/recuperação e envelhecimento, entre outras. No entanto, apesar de grandes melhorias nas estratégias analíticas usadas, várias etapas do desenvolvimento analítico e estatístico ainda são complexas, mas cruciais para a geração de dados robustos e de alta qualidade. Metabolômica é uma disciplina que fornece uma imagem precisa e dinâmica do fenótipo de sistemas biológicos através do estudo de metabólitos endógenos e exógenos em células, tecidos e biofluidos. Em particular, a impressão digital metabólica, a análise global de tecidos e biofluidos, busca a impressão digital e semiquantifica os metabólitos e suas alterações, revelando informações sobre o estado metabólico geral dos indivíduos. O objetivo deste projeto de pesquisa é identificar metabólitos relacionados as doenças biliares autoimunes e com doenças raras, como a Síndrome de Bartter. Os metabólitos identificados poderão ser utilizados como biomarcadores para o diagnóstico destas doenças em menor tempo e com testes mais simples, assim como, propiciar uma terapia medicamentosa mais personalizada e assertiva. (AU)