Busca avançada
Ano de início
Entree

Imunopatogênese da COVID-19 em modelos experimentais e vacina nasal anti-SARS-CoV-2

Processo: 20/06145-4
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2020 - 31 de outubro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Jean Pierre Schatzmann Peron
Beneficiário:Jean Pierre Schatzmann Peron
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Claudia Madalena Cabrera Mori ; Francisco Javier Quintana ; Marco Antonio Stephano ; Paola Marcella Camargo Minoprio
Assunto(s):Imunopatogênese  Vacinas contra COVID-19  Infecções por Coronavirus  COVID-19  SARS-CoV-2  Síndrome da liberação de citocina  Modelos animais de doenças  Pandemias 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Covid-19 | imunopatogênese | SARS-CoV-2 | Vacina | Imunologia aplicada

Resumo

O mundo passa por um momento dramático. A pandemia de SARS-CoV-2 já atingiu mais de 2 milhões de pessoas no mundo, causando até o momento, cerca de 160.000 mortes. A COVID-19 se caracteriza por um início de febre e tosse, que evolui para pneumonia. 1. Estudos mostram que a maioria das pessoas apresentam sintomas de resfriado, que cedem após 10-14 dias. Todavia, em alguns pacientes, a doença pode evoluir para uma forma mais grave, havendo necessidade não só de hospitalização, mas de ventilação mecânica. 2. A velocidade de alastramento e a gravidade dos sintomas acarreta sérios problemas de saúde pública, principalmente a superlotação dos hospitais, havendo necessidade de ações rápidas de mitigação. A COVID-19 grave evolui com uma pneumonia aguda, bilateral e periférica, evidente de acometimento alveolar 2. De fato, tanto pneumócitos como macrófagos expressam ACE-2, o receptor de invasão viral. 3. Com isso, os mecanismos inatos e adaptativos da resposta imune são ativados, causando inflamação pulmonar caracterizada por intenso infiltrado linfo-monocítico e cytokine-storm. 4. Sendo assim, além do controle da carga viral, o controle da produção e citocinas, têm ambos, papel fundamental no desfecho da COVID-19. De forma interessante, crianças não são grupos de risco, diferente de pacientes acima de 60 anos. De fato, a letalidade neste grupo pode chegar a 20%. Além disso, comorbidades como hipertensão, diabetes, cardiopatia e pneumopatia aumentam a susceptibilidade. 5. Tal fato se dá, provavelmente, pelo aumento da expressão do receptor de invasão viral ACE-26. O conhecimento desses mecanismos é essencial para que possamos enfrentar a doença de forma efetiva. Para tanto, o estabelecimento de um modelo experimental que reproduza as características da doença humana é fundamental. Nesse contexto, propomos neste projeto estudar a imunopatogênese da COVID-19 em dois modelos experimentais em camundongos C57Bl/6 hACE-2 e hamsters, além de testarmos uma vacina nasal encapsulada em nanopartículas contra o SARS-CoV-2. Utilizando esses modelos, teremos com objetivos específicos responder perguntas que tenham relevância clínica, e que possam de fato impactar no tratamento da doença. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
POLONIO, CAROLINA MANGANELI; PERON, JEAN PIERRE SCHATZMANN. ZIKV Infection and miRNA Network in Pathogenesis and Immune Response. Viruses-Basel, v. 13, n. 10, . (19/13731-0, 17/26170-0, 20/06145-4, 17/11828-0, 17/22504-1)
DE FREITAS, CARLA LONGO; POLONIO, CAROLINA MANGANELI; BRANDAO, WESLEY NOGUEIRA; ROSSATO, CRISTIANO; ZANLUQUI, NAGELA GHABDAN; DE OLIVEIRA, LILIAN GOMES; DE OLIVEIRA, MARILIA GARCIA; EVANGELISTA, LUCILA PIRES; HALPERN, SILVIO; MALUF, MARIANGELA; et al. Human Fallopian Tube - Derived Mesenchymal Stem Cells Inhibit Experimental Autoimmune Encephalomyelitis by Suppressing Th1/Th17 Activation and Migration to Central Nervous System. STEM CELL REVIEWS AND REPORTS, . (20/06145-4, 16/07371-2, 18/10242-5, 17/11828-0, 17/22504-1, 17/26170-0)
POLONIO, CAROLINA M.; DA SILVA, PATRICK; RUSSO, FABIELE B.; HYPPOLITO, BRENDO R. N.; ZANLUQUI, NAGELA G.; BENAZZATO, CECILIA; BELTRAO-BRAGA, PATRICIA C. B.; MUXEL, SANDRA M.; PERON, JEAN PIERRE S.. microRNAs Control Antiviral Immune Response, Cell Death and Chemotaxis Pathways in Human Neuronal Precursor Cells (NPCs) during Zika Virus Infection. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 23, n. 18, p. 19-pg., . (20/06145-4, 17/11828-0, 17/26170-0, 21/01717-2, 18/16748-8, 17/22504-1, 22/00291-4, 16/07371-2, 19/13731-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.