Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do efeito da terapia com laser de baixa intensidade na reversão da desmielinização crônica induzida pela cuprizona

Processo: 19/08075-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2021 - 31 de março de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Gláucia Monteiro de Castro
Beneficiário:Gláucia Monteiro de Castro
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Pesq. associados:Ana Claudia Muniz Renno
Assunto(s):Neurociências 

Resumo

A esclerose múltipla (EM) é uma doença crônica e desmielinizante do sistema nervoso central (SNC) cujo processo inflamatório, de provável origem autoimune destrói a bainha de mielina. A principal característica da EM são as lesões desmielinizadas que cria um ambiente que impede o acesso, sobrevivência e diferenciação das células precursoras do oligodendrócito (OPCs). Com o decorrer do tempo há uma falha na remielinização, especialmente em lesões crônicas. A falta de terapias eficazes tem impulsionado a busca de alternativas no tratamento da EM e de outras doenças desmielinizantes. Há diversos trabalhos demonstrando os efeitos positivos da Terapia Laser de Baixa Intensidade (LLLT) ou fotobiomodulação no Sistema Nervoso (SNC). Nosso grupo tem demonstrado o uso da LLLT em modelos de lesão da medula espinal e na desmielinização aguda melhorando regeneração tecidual, a resposta inflamatória e, consequentemente a performance em testes funcionais. Assim, nossa hipótese é que a LLLT poderia atuar na reversão da desmielinização crônica induzida pela cuprizona. O presente trabalho tem por objetivo investigar a eficácia e mecanismos envolvidos no efeito do tratamento com laser de baixa intensidade em animais submetidos à desmielinização crônica induzida pela cuprizona. Serão utilizados camundongos da linhagem C57BL/6 distribuídos em 4 grupos: CTL (controle), CTLL (controle laser), CPZ (cuprizona) e CPZL (cuprizona laser). Serão realizados testes funcionais para acompanhamento da desmielinização e do tratamento e, após a eutanásia serão avaliados proliferação e diferenciação de células precursoras do oligodendrócito, a efetiva remielinização ocorrida no corpo caloso. Serão investigados os mecanismos envolvidos nos processos de desmielinização e remielinização induzida pela LLLT através dos estudo do transcriptoma, da análise de integridade das mitocôndrias e análise do potencial da membrana mitocondrial, do estudo da expressão de proteínas envolvidas no estresse do retículo endoplasmático e apoptose em SNC de camundongos submetidos à desmielinização crônica e tratados com LLLT. Desta forma esperamos esclarecer os mecanismos envolvidos nos efeitos da laserterapia sobre a indução de remielinização em modelo de desmielinização crônica irreversível induzida pela cuprizona. (AU)