Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de uma nova endo-1,4-b-xilanase/esterase bifuncional encontrada no metagenoma ruminal

Resumo

A mineração de dados metagenômicos da microbiota ruminal de Nellore cattle identificou uma nova enzima bifuncional, endo-1,4-²-xilanase/esterase, que foi superexpressada em E. coli BL21 (DE3). Esta enzima foi estável em intervalos de pH de 5 a 6,5 e temperaturas entre 30 e 45 ° C, e sob as condições de teste, teve um Vmax de 30,959 ± 2,334 µmol/min/mg, Km de 3,6±0,6 mM e kcat de 2,323 ± 175 s-1. Adicionalmente, os resultados mostraram que a enzima é tolerante a NaCl e solventes orgânicos e, portanto, adequada para ambientes industriais. As xilanases são amplamente aplicáveis e a atividade sinérgica de endo-1,4-²-xilanase/esterase em uma única molécula irá melhorar a eficiência de degradação de heteroxilanos por meio da criação de locais de ligação de xilanase. Portanto, esta nova molécula tem potencial para uso no processamento de biomassa lignocelulósica e como aditivo alimentar para ração animal, podendo melhorar a eficiência da produção de xilo-oligossacarídeos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: