Busca avançada
Ano de início
Entree

Controle pós-transcricional de expressão gênica: processamento de pré-rRNA, degradação de mRNA, splicing e montagem de snoRNPs em Saccharomyces cerevisiae

Resumo

Em eucariotos, os RNAs passam por várias etapas de processamento para sua maturação, que envolvem interações específicas proteína-proteína e RNA-proteínas que são essenciais para o controle de expressão gênica. Nosso grupo tem caracterizado funcionalmente várias proteínas envolvidas em controle de expressão gênica. A RNase denominada exossomo tem sido nosso foco central da pesquisa, com estudos funcionais do complexo em levedura e estruturais do exossomo tanto de levedura como de archaea. Este projeto visa à continuação dos estudos do exossomo de levedura, e principalmente da localização subcelular de suas subunidades e do recrutamento deste complexo para as partículas pré-ribossomais. Um novo desafio também proposto aqui é o de estudo da participação do exossomo no controle de expressão de mRNAs em humanos. É proposta ainda a continuação do estudo de proteínas de Saccharomyces cerevisiae identificadas e caracterizadas anteriormente no laboratório, proteínas essas envolvidas em diferentes etapas de controle de expressão gênica, em vias conectadas entre si através interações proteicas. No centro dessas interações está Nop17, que faz parte do complexo co-chaperone R2TP e participa da montagem de complexos multiproteicos. Nop17 interage com o exossomo, com fatores de splicing, com subunidades de snoRNPs, com proteínas do pré-60S e com uma proteína que contém clusters Fe/S. Este projeto é, portanto, bastante abrangente e envolve o estudo de diferentes complexos enzimáticos. Dada a conservação evolutiva destes processos em eucariotos, os resultados poderão ser depois extrapolados para humanos, nos quais doenças já foram identificadas como sendo causadas por mutações nos genes das ortólogas estudadas por nós. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: