Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial biotecnológico e agrícola de bactérias endofíticas e rizosféricas associadas a um banco de germoplasma de Paspalum sp.

Processo: 20/11315-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2021 - 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Paulo Teixeira Lacava
Beneficiário:Paulo Teixeira Lacava
Instituição Sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Alessandra Pereira Fávero ; Bianca Baccili Zanotto Vigna
Assunto(s):Metagenômica  Melhoramento genético vegetal  Paspalum  Banco de sementes  Crescimento vegetal  Controle biológico vegetal  Micro-organismos endofíticos  Fixação de nitrogênio 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Bactérias Endofíticas e Rizosféricas | Controle Biológico | fixação biológica de nitrogênio | metagenômica | Paspalum sp | solubilização de fosfato | Promoção de Crescimento Vegetal por Microrganismos

Resumo

O gênero Paspalum é um dos gêneros mais importantes da família Poaceae nas Américas. Dentro do gênero, há diversas espécies nativas do Brasil e da Argentina com um alto valor forrageiro e potencial de uso como cobertura de solo. Espécies do gênero apresentam-se como um dos principais componentes das pastagens nativas sul do Brasil e na Argentina e a introdução do cultivo e do melhoramento genético espécies de Paspalum é um caminho para diversificar a oferta de cultivares forrageiras para estes países, permitindo sistemas mais sustentáveis com o uso de gramíneas nativas. Contudo, o uso comercial de cultivares forrageiras de Paspalum no Brasil ainda é pequeno. Já nos Estados Unidos, na Nova Zelândia e em outros países, diversas espécies de Paspalum nativas são utilizadas com sucesso. Microrganismos endofíticos tem sido definido como aqueles que habitam o interior de vegetais pelo menos em algum período do seu ciclo de vida. Estes microrganismos incluem espécies simbiontes mutualísticas de bactérias, a qual podem ser utilizadas na promoção de crescimento vegetal e controle biológico de fitopatógenos. Bactérias associadas com a rizosfera nos diferentes estágios do desenvolvimento da planta são definidas como rizobactérias. Rizobactérias são capazes de influenciar positivamente a promoção de crescimento de planta e são geralmente referidos como rizobactérias promotoras de crescimento vegetal (PGPRs). Bactérias endofíticas e rizobactérias promovem o crescimento de plantas direta ou indiretamente. A promoção de crescimento direto inclui: i) fixação biológica de nitrogênio, ii) solubilização de fosfato e iii) produção de ácido indol acético e, indireto pela inibição de fitopatógenos por meio de controle biológico. O potencial papel de PGPRs e endófitos como biofertilizantes na agricultura oferece um caminho economicamente e ambientalmente benéfico para reduzir o uso de fertilizantes químicos, antibióticos, herbicidas, inseticidas e outros agroquímicos. Em recentes anos, o interesse em microrganismos endofíticos e rizosféricos tem crescido, pois estes possuem um papel chave em ambientes agrícolas e pelo uso promissor na agricultura sustentável. O presente projeto irá selecionar bactérias endofíticas e rizosféricas com potencial para promoção de crescimento vegetal por meio de testes bioquímico para fixação de biológica de nitrogênio, solubilização de fosfatos e produção de ácido indol acético. Além disso, o potencial de biocontrole dos isolados endofíticos serão testados contra fungos fitopatogénicos para atividade antagônica. Também, a diversidade de bactérias endofíticas e rizosférias associadas a um banco de germoplasma de Paspalum sp. será estudada por meio das análises do gene 16S rRNA e metagenômica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)