Busca avançada
Ano de início
Entree

Suinos 4.0 - Sistema de pesagem de suínos por imagens

Processo: 20/05279-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de setembro de 2021 - 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação
Pesquisador responsável:Éderson Antônio Gomes Dorileo
Beneficiário:Éderson Antônio Gomes Dorileo
Empresa:DORILEO SOLUCUES EM VISAO COMPUTACIONAL LTDA
CNAE: Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Município: Indaiatuba
Bolsa(s) vinculada(s):21/10415-0 - Suinos 4.0: sistema de pesagem de suínos por imagens, BP.PIPE
Assunto(s):Bem-estar do animal  Estresse em animal  Suínos  Rebanho  Processamento de imagens  Pesos e medidas corporais 

Resumo

Este projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de um sistema de pesagem de suínos por vídeo (imagens). O sistema será desenvolvido em forma de um aplicativo para dispositivos móveis (e.g., iOS). A pesagem por vídeo permitirá que o animal seja pesado mesmo quando em movimento, sem necessidade de interação física com o animal. Assim, esta solução portátil (de bolso), dispensa o uso de balanças físicas e, portanto, contribui para a redução do estresse animal no manejo. Mas por que é importante pesar os animais durante o período de criação? Porque se houver algum erro na fórmula da ração, problema em algum ingrediente, falha na mistura dos componentes da ração ou algo do tipo é possível detectar o problema antes que cause maiores prejuízos. Se os animais apresentarem qualquer tipo de doença, o primeiro sintoma será a perda de peso. Portanto, a pesagem é a principal ferramenta da gestão do rebanho. Se bem aplicada, aumenta a produtividade da atividade pecuária. Com relação à pesagem em si, a utilização dos métodos clássicos (i.e., balança física ou fitas de pesagem) é normalmente associada com situações de elevado estresse animal, frequentemente impactando negativamente no peso do rebanho. Por essa razão, como regra geral, o pecuarista prefere seguir o manejo às cegas (i.e., com importantes hiatos de pesagens), do que estressar o rebanho com pesagens mais frequentes. O impacto esperado com a mudança tecnológica proposta por este projeto está diretamente associado com a redução do tempo e tamanho da equipe alocada, redução do número de acidentes e da perda de peso do rebanho. Em última análise, aumentando a produtividade e lucratividade da granja. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)