Busca avançada
Ano de início
Entree

Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Imunobiológicos

Resumo

O Instituto Butantan, sempre atuando para responder desafios em saúde pública, tem longa tradição no desenvolvimento e produção de vacinas e anticorpos. Este projeto contempla essas duas áreas, vacinas de influenza e anticorpos monoclonais humanos, focando em alvos críticos que demandam atenção e exigem o uso de estratégias baseadas em sólidos conhecimentos científicos, clínicos, regulatórios e organizacionais. O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Imunobiológicos (CeRDI) foi articulado de forma multidisciplinar entre instituições de pesquisa e empresas com objetivos comuns em relação aos alvos pretendidos. A comunicação entre os parceiros, iniciada para a formação do núcleo, revelou o entusiasmo na construção da presente proposta e a determinação para a busca de soluções com tecnologias estado-da-arte. Sendo o maior produtor da vacina de influenza no hemisfério Sul, o Instituto Butantan atendeu em anos recentes ao desafio de atingir autonomia nacional pelo aumento da capacidade produtiva da vacina contra influenza. Com a criação deste núcleo de competências, teremos a oportunidade de avançar em aspectos ainda inéditos (no ambiente nacional) para aumentar a cobertura vacinal, relacionados a vacina quadrivalente (QIV), vacina com formulação adjuvantada e vacina alta dose. Também está nos nossos objetivos o desenvolvimento de novas vacinas influenza, por cultivo celular e de amplo espectro ("universal"), uma busca mundial. Uma segunda vertente deste núcleo vai se dedicar ao avanço no desenvolvimento atual de anticorpos monoclonais humanos neutralizantes (humAbs), baseado em plataforma estabelecida no Instituto Butantan e na Faculdade de Medicina/USP, com foco em mAbs antitetânicos, anti-vírus Zika, (ZIKV), anti-vírus da febre amarela (wtYFV) e mAbs anti-vírus influenza (H7N9 e derivados de pessoas imunizadas com a vacina de largo espectro). Obtidos de sequências gênicas de anticorpos produzidos por linfócitos B de memória ou plasmablastos, os humAbs portam a vantagem de terem sido selecionados in vivo. A plataforma baseada na identificação do linfócito B de interesse até a criação de linhagens estáveis, passando pelas provas de conceito, permitirá a produção de anticorpos com potencial terapêutico para controlar graves problemas de saúde pública. O CeRDI conta com parcerias do Instituto Butantan e Fundação Butantan com a Universidade de São Paulo, além de pesquisadores do Instituto Adolfo Lutz e Oxford University. A parceria com a Universidade Municipal de São Caetano do Sul visa criar um território de excelência em testes de avaliação de eficácia clínica, além de nuclear competências. O núcleo conta também com a participação das empresas Bionovis e as startups Blue Water Vaccines e Mabloc, sediadas nos EUA. A ação conjunta das instituições e empresas em questão, atuando com complementariedade e competência, permitirão o aprimoramento e desenvolvimento de biofármacos, uma condição estratégica e desejável para a indústria de medicamentos imunobiológicos do nosso país. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AKAMATSU, MILENA; DE CASTRO, TAVARES; TAKANO, CAROLINA YUMI; HO, PAULO LEE. Off balance: Interferons in COVID-19 lung infections. EBIOMEDICINE, v. 73, NOV 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.