Busca avançada
Ano de início
Entree

Fisiopatologia da sensibilidade ao CO2: papel do locus coeruleus

Processo: 20/01702-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de outubro de 2021 - 30 de setembro de 2026
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Luciane Helena Gargaglioni Batalhão
Beneficiário:Luciane Helena Gargaglioni Batalhão
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesq. associados: Antonio Egidio Nardi ; Bryan Eric Strauss ; Daniel Penteado Martins Dias ; Hélio Zangrossi Júnior ; Lynn Kristine Hartzler ; Patricia Jensen ; Raphael Escorsim Szawka ; Richard Kinkead
Auxílios(s) vinculado(s):21/13364-7 - Emu concedido no processo 2020/01702-2: microscópio de pesquisa eletrofisiológica, AP.EMU
Bolsa(s) vinculada(s):22/11232-9 - Fisiopatologia da sensibilidade ao CO2: papel do locus coeruleus, BP.TT
21/08968-0 - Efeitos comportamentais e neuroinflamatórios causados pelo modelo de pobreza simulada em camundongos: implicações para o transtorno do pânico, BP.PD
22/05057-0 - Contribuição das células da glia do Locus Coeruleus (LC) na resposta cardiorrespiratória à hipercapnia e na manifestação aos ataques de pânico induzidos por CO2, BP.PD
22/02070-5 - Fisiopatologia da sensibilidade ao co2: papel do locus coeruleus, BP.TT
21/13618-9 - Participação dos canais para potássio ativados por cálcio nas respostas respiratórias, autonômicas e comportamentais ao CO2/pH e na quimiossensibilidade dos neurônios do LC, BP.PD
Assunto(s):Fisiopatologia  Fenômenos fisiológicos respiratórios  Locus cerúleo  Dióxido de carbono  Caracteres sexuais  Menopausa  Noradrenalina 

Resumo

O locus coeruleus (LC) é um núcleo noradrenérgico sexualmente dimórfico que se projeta para todo o encéfalo e é a principal fonte de noradrenalina central controlando diversas funções, incluindo a quimiorrecepção central. Nosso grupo foi pioneiro em demonstrar a importância do LC nas respostas ventilatórias ao CO2/pH em machos e fêmeas e que a quimiossensilidade destes neurônios varia com a idade, sendo maior em neonatos jovens ( P10). É bastante conhecido que o desequilíbrio na modulação da neurotransmissão noradrenérgica no LC está implicada no surgimento de inúmeras desordens psiquiátricas, incluindo a desordem do pânico, sendo que pacientes que sofrem deste transtorno apresentam uma maior sensibilidade ao CO2/pH. Sabe-se que encéfalo detecta ácido por várias razões além do controle ventilatório, e a associação entre hipercapnia e transtorno de pânico é bastante forte. Desta forma, o presente projeto pretende fornecer uma visão detalhada dos fatores neuronais e gliais do LC que determinam o ganho quimiossensível ao CO2/pH e identificar alvos para possíveis tratamentos clínicos de transtornos envolvendo detecção central anormal de CO2. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)