Busca avançada
Ano de início
Entree

Dimensions EUA-São Paulo: seleção de frutos e dispersão de sementes por animais como filtros bióticos determinantes da composição de espécies em florestas sucessionais e seu potencial de captura de carbono

Processo: 21/02943-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Vigência: 01 de novembro de 2021 - 31 de outubro de 2026
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Convênio/Acordo: NSF - Dimensions of Biodiversity e BIOTA
Pesquisador responsável:Marco Aurelio Pizo Ferreira
Beneficiário:Marco Aurelio Pizo Ferreira
Pesq. responsável no exterior: Tomás Ariel Carlo Joglar
Instituição no exterior: Pennsylvania State University, Estados Unidos
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Pesquisadores principais:
Marina Corrêa Côrtes
Pesquisadores associados:Pedro Henrique Santin Brancalion
Bolsa(s) vinculada(s):22/08868-9 - Isolamento de ácido nucléico (RNA) de seis espécies de plantas para montagem de novo do transcriptoma, BP.TT
Assunto(s):Dispersão de sementes  Captura e armazenamento de carbono  Interação planta-animal  Florestas tropicais  Animais frugívoros  Ciclos biogeoquímicos  São Paulo  Estados Unidos 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Dispersão de Sementes | interação animal-planta | interação planta-planta | Interação planta-solo | montagem de comunidades | Sucessão florestal

Resumo

As florestas tropicais desempenham um papel importante na regulação do clima da terra por meio de seus efeitos nos ciclos da água e sua imensa capacidade de sequestrar e armazenar carbono atmosférico. Por causa de sua importância global e das ameaças que enfrentam, é urgente compreender os mecanismos que governam a composição, a resiliência e as funções emergentes dos ecossistemas das florestas tropicais. Frugivoria e dispersão de sementes (FSD) são processos mutualísticos negligenciados envolvendo comunidades de vertebrados frugívoros e plantas que produzem frutos carnosos e que dominam as florestas tropicais. Na verdade, a grande maioria das árvores neotropicais depende de frugívoros, especialmente aves, para dispersar suas sementes. Isso coloca as interações FSD como um processo central que afeta diretamente a formação e a resiliência das florestas tropicais em face da destruição e perturbação generalizada que sofrem. Mas persistem grandes lacunas em nossa compreensão das florestas tropicais, uma vez que os processos de FSD não foram seriamente considerados pelas principais teorias ecológicas. As lacunas também são devidas à ausência de grandes experimentos manipulativos de campo que exploram a montagem e funcionalidade das comunidades tropicais. Este projeto irá fornecer um novo e rigoroso teste experimental para integrar várias teorias e mecanismos para avançar a compreensão da montagem das florestas tropicais, padrões de biodiversidade e funções do ecossistema. Este projeto irá avançar o conhecimento fundamental, explorando mecanismos ecológicos e resultados em escalas díspares de organização biológica raramente reunidas em uma única estrutura experimental. Dos processos tróficos e de dispersão de sementes que ligam vertebrados e plantas às comunidades microbianas do solo e seu papel na mediação do ciclo biogeoquímico de elementos essenciais em ecossistemas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)