Busca avançada
Ano de início
Entree

Impactos da poluição do ar na produtividade de gramíneas C4 tropicais naturais e cultivadas: implicações face a mudança do uso da terra no Brasil

Processo: 20/04652-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2021 - 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Convênio/Acordo: NERC, UKRI
Pesquisador responsável:Rafael Vasconcelos Ribeiro
Beneficiário:Rafael Vasconcelos Ribeiro
Pesq. responsável no exterior: Stephen Alexander Sitch
Instituição no exterior: University of Exeter, Exeter, Inglaterra
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Alexander William Cheesman ; Barbara Baesso Moura ; Elena Paoletti ; Yasutomo Hoshika
Vinculado ao auxílio:19/06161-2 - Bases fisiológicas e moleculares da memória à seca em plantas de cana-de-açúcar, AP.R
Assunto(s):Fisiologia de plantas cultivadas  Cana-de-açúcar  Fotossíntese  Gramíneas  Ozônio  Vulnerabilidade  Secas 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cana-de-açúcar | Fotossíntese | gramineas | Ozônio | Seca | Vulnerabilidade | Fisiologia de plantas cultivadas

Resumo

A cana-de-açúcar é uma cultura economicamente importante no Brasil. Em São Paulo (SP), o Brasil experimentou a conversão em larga escala de pastagens em cana-de-açúcar nas últimas décadas, com a expansão de biocombustíveis. Essa área agrícola sob variação natural de precipitação está exposta à seca sazonal e alta poluição periódica do ozônio troposférico (O3) em níveis conhecidos em outros locais como prejudiciais à produtividade das plantas. Contrariando as expectativas em gramíneas C4, os primeiros estudos indicam que a cana-de-açúcar é sensível ao O3. Nosso projeto fará uma avaliação comparativa dos impactos do O3 na produtividade de variedades de cana-de-açúcar e outras gramíneas C4 naturais e tropicais. Faremos uso de uma nova e exclusiva instalação experimental financiada pelo NERC, construída nos trópicos de JCU-Cairns, Austrália, para coletar novos dados sobre o impacto concomitante do déficit hídrico e da sensibilidade ao O3 de plantas C4. As respostas à dose de ozônio serão geradas e empregadas em combinação com dados espaciais das concentrações de O3 e das distribuições de culturas / pastagens para gerar mapas de vulnerabilidade ao O3 de culturas atuais e futuras para SP. Isso funcionará como uma prova de conceito e fornecerá previsões úteis para uma região globalmente relevante na produção de biocombustíveis de cana-de-açúcar. A indústria também se beneficiará do conhecimento sobre as respostas específicas de variedades ao O3 e dos mecanismos fisiológicos subjacentes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHEESMAN, ALEXANDER W.; BROWN, FLOSSIE; FARHA, MST NAHID; ROSAN, THAIS M.; FOLBERTH, GERD A.; HAYES, FELICITY; MOURA, BARBARA B.; PAOLETTI, ELENA; HOSHIKA, YASUTOMO; OSBORNE, COLIN P.; et al. Impacts of ground-level ozone on sugarcane production. Science of The Total Environment, v. 904, p. 11-pg., . (20/04652-6)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.