Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos miméticos de membrana aplicados em estudos de interação, detecção e remoção de poluentes emergentes

Resumo

Este projeto visa estudar e propor soluções para o problema da má qualidade da água, que tem se tornado cada vez mais um problema de saúde pública. O foco principal é dado aos poluentes emergentes (PEs), cuja disponibilidade na água vem aumentado com a ampla utilização de produtos químicos, seja pela população em geral, seja por indústrias, contribuindo para a poluição dos recursos hídricos. Esses PEs são definidos como produtos químicos sintéticos ou naturais não comumente monitorados no meio ambiente, mas com potencial de entrar no meio ambiente e causar efeitos ecológicos e/ou à saúde humana conhecidos ou suspeitos. Considerando a crise hídrica e preocupação mundial com os PEs, as principais contribuições pretendidas por esse projeto são: estudar interações e possíveis efeitos de PEs em modelos de membrana celular; produzir biossensores monitorar a qualidade da água tratada; otimizar metodologias já existentes para a remoção dos PEs através do desenvolvimento das membranas nanoporosas para nanofiltração. Todas essas abordagens pretendidas para estudos de interação de PEs com modelos miméticos de membrana, detecção de PEs e remoção destes PEs apresentados neste projeto são baseadas nos modelos miméticos de membrana. Assim, o principal objetivo deste projeto é se beneficiar da experiência com os estudos envolvendo modelos miméticos e sua interação com PEs e aplicá-los ao desenvolvimento dos biossensores e membranas de nanofiltração. Este projeto tem potencial para contribuir para o avanço tanto do conhecimento científico como da tecnologia através do desenvolvimento de produtos e consequentemente da inovação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)