Busca avançada
Ano de início
Entree

Microencapsulação de defensivos agrícolas com princípios ativos biológicos e a base de óleos naturais, para aumento de eficiência e dimimuição do impacto ambiental

Processo: 21/05437-4
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de março de 2022 - 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Processamento de Produtos Agrícolas
Pesquisador responsável:Poliana Moser
Beneficiário:Poliana Moser
Empresa Sede:Linax Indústria e Comércio de Óleos Essenciais Ltda
CNAE: Atividades de apoio à agricultura
Fabricação de produtos químicos orgânicos não especificados anteriormente
Município: Votuporanga
Vinculado ao auxílio:19/08805-4 - Microencapsulação de óleo de mostarda (Brassica sp.) para uso como defensivo natural na agricultura de larga escala, orgânica e doméstica - técnicas encapsulantes combinadas para ação prolongada, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):22/04366-9 - Produção de defensivo natural a base de óleo de mostarda e avaliação da estabilidade física das emulsões, BP.TT
22/03357-6 - Microencapsulação de defensivos agrícolas com princípios ativos biológicos e a base de óleos naturais, para aumento de eficiência e dimimuição do impacto ambiental, BP.PIPE
Assunto(s):Controle de pragas  Microencapsulação  Agrotóxicos  Metarhizium anisopliae  Óleos vegetais  Impactos ambientais 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Ação prolongada | Controle de Pragas | Defensivos agrícolas microencapsulados | Fungo Metarhizium Anisopliae | Óleo de mostarda | Microencapsulação de defensivos naturais e biológicos

Resumo

Existe uma busca intensa pelas empresas de defensivos tradicionais por novos produtos que possuam princípios ativos naturais e biológicos. Esses defensivos estão sendo cada vez mais utilizados pelo exigente mercado consumidor, seja pela sustentabilidade ambiental ou para um manejo mais eficiente e econômico. Porém a susceptibilidade desses princípios ativos às condições adversas do ambiente, como baixa umidade e alta incidência de raios ultravioleta (UV), limita tanto a vida útil desses defensivos, como sua eficiência. Ao desenvolver esta pesquisa contando com a interação de profissionais atuantes em diferentes áreas de conhecimento - engenharia, microencapsulação, microbiologia, agronomia e entomologia - busca-se obter defensivos naturais microencapsulados de alta eficiência, com baixo impacto ambiental e alto potencial econômico. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho será produzir defensivos agrícolas microencapsulados que protejam os ativos e possuam ação prolongada após a aplicação. Dois defensivos serão produzidos, um natural (a base de óleo de mostarda) e um biológico (a base de fungo). Uma planta piloto de encapsulação será montada para produzir os defensivos em quantidades suficientes para realizar os testes de campo. O defensivo natural será elaborado a partir da encapsulação de óleo de mostarda em dois sistemas encapsulantes, uma emulsão com dupla camada e uma combinação de emulsão de dupla camada com a emulsão de Pickering. O defensivo natural, que já se mostrou viável na fase 1 do projeto, será encapsulado na planta piloto e ajustes no sistema de produção serão realizados para obter microcápsulas com as mesmas características das obtidas em laboratório. Testes serão realizados para aumentar a quantidade de óleo de mostarda nas microcápsulas, aumentando a eficácia do produto e permitindo que doses menores sejam utilizadas. Também será avaliado se a formulação do produto afetará as microcápsulas. A estabilidade das emulsões, a distribuição do tamanho de gotas e a morfologia das microcápsulas serão avaliadas. O defensivo biológico será elaborado a partir da encapsulação dos conídios do fungo metarhizium anisopliae por gelificação iônica utilizando alginato de sódio e pectina. O encapsulante que apresentar o melhor custo-benefício será selecionado para as próximas etapas da pesquisa. A influência da concentração do encapsulante e da vazão de alimentação no processo de encapsulação serão avaliadas sobre as propriedades físicas das microcápsulas e viabilidade do fungo. Como o metarhizium é sensível a radiação solar, será avaliado o efeito da adição de protetores solares nas microcápsulas. Testes preliminares mostraram que a encapsulação aumentaa viabilidade do fungo, e que o uso de protetores solares torna essa viabilidade ainda maior. A eficácia dos defensivos natural e biológico microencapsulados será avaliada em testes com insetos e em testes de campo. Espera-se que os defensivos obtidos a partir desta pesquisa sejam responsáveis por 50% do faturamento da Linax Óleos Essenciais, com crescimento contínuo semelhante ou superior ao do mercado de defensivos do Brasil. O mercado mundial desses produtos tem apresentado crescimento médio anual de 15,3% e, no Brasil, a tendência é que ele cresça entre 15% a 20% nos próximos anos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Fungicida à base de óleos essenciais combate pragas da cultura de soja 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)