Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial efeito dos derivados de Kaempferol e chalconas sobre o ciclo de replicação do RSV em cultivo celular: uma investigação dos mediadores proteicos e metabólicos no ciclo viral

Resumo

O hRSV está entre os principais causadores de Infecções Respiratórias Agudas (IRAs) severas em humanos, sendo o agente que mais leva a hospitalizações no mundo todo depois de pneumonias bacterianas. Estima-se que quase todas as crianças até os dois anos de idade tenham se infectado com hRSV, incluindo cerca de 2% destas requerendo hospitalização. Diante da inexistência de vacinas completamente formuladas ou compostos antivirais eficazes no combate ao hRSV, é preocupante e necessária a busca por moléculas que desempenham esta função. Atualmente, o tratamento de hRSV envolve medidas profiláticas por meio de administração de anticorpos como Palivizumab ou derivados e o uso de antivirais como Ribavirina, ambos receitados apenas para os grupos de risco infectados, pois tais medicamentos apresentam restrições visto o alto custo e a possibilidade de causar efeitos colaterais graves. Diversos compostos e terapias vem sendo clinicamente testados e novas estratégias de imunização preventiva desenvolvidas, como a vacinação materna e pediátrica. Outra fonte de investigação crescente é relacionada a produtos de origem vegetal, pois muitos destes compostos tem mostrado potencial antiviral, dentre os quais se destacam os derivados de kaempferol e chalconas, que demonstraram papel eficaz no combate a infecções provocadas por SARS-COV, Influenza vírus e Zika vírus. Neste sentido o objetivo do presente projeto será investigar o efeito dos derivados de kaempferol e chalconas nas fases do ciclo replicativo do hRSV. Células Hep-2 serão encubadas em diferentes concentrações de derivados de kaempferol e chalconas em protocolos de avaliação da ação virucida, em que serão verificadas as fases do ciclo de infecção viral (adesão, internalização, replicação e brotamento) a nível de pré e pós-tratamento. As condições que apresentarem efeito inibitório serão utilizadas na busca de vias proteicas alteradas pelos derivados de kaempferol e chalconas por Espectrometria de Massas (EM) e será avaliado ainda os metabolitos gerados por Ressonância Magnética Nuclear (RMN). O desenvolvimento deste projeto poderá auxiliar na identificação de compostos efetivos na prevenção e/ou tratamento das infecções por hRSV. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)