Busca avançada
Ano de início
Entree

A resposta à pandemia de COVID-19: o papel da comunicação, do direito sanitário e das políticas públicas para os 3 Rs (recuperação, renovação e resiliência) de uma sociedade inclusiva

Processo: 21/08772-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2022 - 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Políticas Públicas
Pesquisador responsável:Lorena Guadalupe Barberia
Beneficiário:Lorena Guadalupe Barberia
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Alexandra Crispim Boing ; Ana Freitas Ribeiro ; David Washburn ; Diego Werneck Arguelhes ; George Avelino Filho ; Guy David Whitten ; Kirby Goidel ; Marcia Gail Ory ; Maria Amélia de Sousa Mascena Veras ; Natalia Pires de Vasconcelos ; Tatiane Cristina Moraes de Sousa ; Timothy Callaghan
Assunto(s):Pandemias  COVID-19  População em risco  Governança democrática  Recuperação, renovação e resiliência  Comunicação em saúde  Pós-pandemia  Estudo comparativo  Brasil  Estados Unidos 

Resumo

A pandemia da COVID-19 tem afetado quase todos os países do mundo, com mais de 185 milhões de casos e mais de 4 milhões de mortes ao redor do mundo até julho de 2021. A contagem cumulativa de casos e mortes, todavia, reflete apenas uma parte do impacto geral da pandemia. A pandemia ressaltou a importância de se reduzir as desigualdades e vulnerabilidades, promover a governança democrática, a participação política e a garantia de comunicação eficaz e precisa na área da saúde pública. Os impactos experimentados pelos países no decorrer da pandemia foram bastante heterogêneos. Mesmo ao nível intra nacional, as condições socioeconômicas e as ações políticas resultaram em impactos desproporcionalmente negativos para grupos específicos. Nesse sentido, o alcance das respostas nacionais à pandemia e da disseminação das informações relacionadas a essa questão apresentou heterogeneidade no que se refere aos diferentes grupos sociais, em alguns casos reforçando desigualdades enfatizadas pelos desfechos da COVID-19 entre estes. Levando em consideração estes aspectos, o projeto propõe uma colaboração para examinar e comparar as respostas à pandemia e a recuperação nos EUA e no Brasil, bem como identificar pontos de convergência e divergência entre os países a partir de uma perspectiva de governança legal e democrática, de igualdade social e política e da comunicação em saúde pública. A primeira questão de pesquisa estará voltada para o tema das políticas e ações legais e seu impacto na recuperação, renovação e resiliência da pandemia da COVID-19. A segunda questão de pesquisa tem como foco as lacunas nos dados utilizados na avaliação das respostas e de sua recuperação à pandemia entre os diversos grupos da população. A terceira questão de pesquisa focará na questão da disseminação de informações relacionadas a COVID-19 e no seu impacto sobre a sociedade. O projeto proposto usará uma abordagem de metodologia mista, incluindo uma breve revisão do escopo de pesquisa sobre comunicações de saúde pública relacionadas à COVID-19, administração de pesquisas de survey transnacionais, pesquisas com informantes-chave e mapeamento de políticas públicas para capturar respostas regionais e nacionais mais amplas, a fim de responder às principais questões de pesquisa anteriormente levantadas. Se for bem-sucedido, o projeto proposto gerará evidências de alta qualidade acerca dos sucessos e fracassos durante a pandemia da COVID-19 e informará futuras respostas à crise. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)