Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção não invasiva on-line da síndrome de taquicardia ortostática postural em pacientes pós-Covid-19

Processo: 21/14231-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa eScience e Data Science - Regular
Vigência: 01 de maio de 2022 - 30 de abril de 2024
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Daniel Gustavo Goroso
Beneficiário:Daniel Gustavo Goroso
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Campus da Sede Mogi das Cruzes. Mogi das Cruzes , SP, Brasil
Pesq. associados: Jose Luis Puglisi ; Robson Rodrigues da Silva ; Silvia Helena Bastos de Paula
Bolsa(s) vinculada(s):22/12866-1 - Desenvolvimento de ferramentas para processamento de sinais na plataforma FLEEM System®., BP.TT
Assunto(s):Bioengenharia  Monitoramento remoto  Processamento de sinais  COVID-19  SARS-CoV-2  Efeitos a longo prazo do COVID-19  Variabilidade da frequência cardíaca  Síndrome da taquicardia postural ortostática 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Cuidados primários | Long Covid-19 | Monitoramento remoto | Processamento de Sinais | Síndrome de taquicardia ortostática postural (POTS) | Variabilidade da frequência cardíaca (VFC) | Engenharia Biomédica

Resumo

A pandemia de COVID-19 infectou mais de 250 milhões de pessoas em todo o mundo. Embora o conhecimento sobre a COVID-19 vem sendo ampliado, não sabemos muito sobre a alteração do sistema simpático / parassimpático e a sua influência na regulação da frequência cardíaca causada pelo Sars-Cov-2. Vários meses após a declaração da pandemia de COVID-19, novos padrões de sintomas e síndromes, como "COVID longa", estão surgindo. Esses padrões podem ser explicados pela instabilidade do sistema nervoso autônomo devido a condições pré-existentes, como a falta de condicionamento físico, hipovolemia, neuropatia imunomediada ou como consequência do próprio vírus. Essas síndromes representarão uma grande proporção de consultas de atenção primária e secundária nos subsequentes meses. A detecção rápida e o diagnóstico correto são essenciais para a recuperação pronta do indivíduo. O projeto propõe o monitoramento longitudinal e remoto da frequência cardíaca para a detecção da síndrome de taquicardia ortostática postural (POST) em pacientes pós-Covid-19 utilizando a tecnologia dos novos relógios inteligentes (smartwatch) associado com o processamento on-line da plataforma FLEEM System®. A Frequência Cardíaca (FC) será mensurada em forma remota com relógios inteligentes seguido do cálculo da Variabilidade da Frequência Cardíaca (VFC). Para validação deste procedimento de detecção os valores obtidos serão contrastados com o padrão ouro (teste de tilt) realizados em indivíduos saudáveis e pacientes pós-Covid-19. Posteriormente, o procedimento será aplicado nos pacientes durante 30 (trinta) dias no seu ambiente cotidiano (casa, trabalho, lazer). Este estudo prospectivo fornecerá um conjunto de conhecimentos práticos (know-how) que ajudaram a projetar, no futuro próximo, uma estratégia aprimorada que aponte para ações de promoção de saúde para alcançar de forma efetiva e abrangente a população em estudo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)