Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade de roedores neotropicais (Rodentia: Sciuridae, Cricetidae, Echimyidae): origem, evolução e biogeografia

Resumo

Um dos grandes desafios da ciência é conhecer, quantificar e entender a diversidade biológica e onde esta se originou, como evoluiu, e como é mantida; mais intrigante ainda, é desvendar porque em algumas linhagens uma elevada riqueza de espécies se expressa também em disparidade ecomorfológica, enquanto em outras linhagens existe uma menor variação eco-funcional. Estudar estes padrões e processos de diversificação é a espinha dorsal desta proposta, empregando como modelo um grupo de mamíferos importante do ponto de vista evolutivo e ecológico na região Neotropical, os roedores das famílias Sciuridae, Cricetidae e Echimyidae, e abordagens metodológicas modernas, através da geração de dados morfológicos (como microtomografia computadorizada, CTScan) e moleculares (como sequenciamento de nova geração, filogenômica), que serão empregados em análises filogenéticas e morfométricas, em análises coalescentes de delimitação de espécies, e em análises macroevolutivas, envolvendo estimativas de datas de origem e áreas ancestrais, estimativas de taxa de diversificação, que em conjunto nos auxiliarão no estabelecimento de modelos evolutivos e biogeográficos. Adicionalmente buscaremos avaliar a sincronicidade das respostas das comunidades destes roedores aos eventos biogeográficos, utilizando simulações matemáticas e testes de modelos. Esperamos caracterizar e definir as espécies que ocorrem na região Neotropical e elaborar hipóteses sobre sua história pretérita e seu destino futuro. Um importante resultado será o estabelecimento de uma nova amostra representativa de pequenos mamíferos para locais ainda pouco amostrados da Bacia Amazônica e de outros biomas que porventura venham a ser amostrados a fim de complementarmos a amostragem dos grupos em estudo. Teremos ainda dados a respeito da composição taxonômica em diferentes comunidades de pequenos mamíferos, com valiosas informações filogenéticas e funcionais associadas às espécies que compõem estas assembleias. Esperamos que de posse destes resultados, possamos contribuir de forma ainda mais efetiva na conservação destas espécies, uma de nossas responsabilidades. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)