Busca avançada
Ano de início
Entree

Busca de moléculas bioativas para controle de insetos pragas através da análise metabolômica comparativa entre genótipos de interesse comercial

Processo: 21/11878-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2022 - 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Moacir Rossi Forim
Beneficiário:Moacir Rossi Forim
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Química de produtos naturais  Inseticidas biológicos  Substâncias bioativas  Spodoptera frugiperda  Metabolômica  Genótipo  Resistência genética vegetal  Glycine max  Soja 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Bioinseticidas | Estresses bióticos e abióticos | Genótipos de Glycine max L | Mecanismos de Resistência Vegetal | Metabolomica | Spodoptera frugiperda | Química de Produtos Naturais

Resumo

Apesar dos avanços significativos nos meios de produção e controles agrícolas, os insetos ainda são os principais competidores dos humanos por alimento. Decorrente de programas de melhoramento para ganhos de produtividade, entre outras características, a maioria dos cultivares atualmente disponíveis não apresentam eficientes mecanismos de resistência contra insetos. Deste modo, o estudo metabolômico comparativo entre genótipos selvagens e cultivares pode recuperar informações fundamentais de mecanismos de resistências constitutivas e induzidas associando estes resultados a genes, proteínas e metabólitos secundários de defesa vegetal, abrindo um campo de pesquisa para o desenvolvimento de produtos e práticas sustentáveis de controle de pragas. Assim, o presente projeto tem como objetivo o estudo metabolômico entre diversos genótipos de soja (Glycine max L.) avaliando a existência mecanismos de resistência submetendo-os aos diferentes fatores de estresses bióticos e abióticos. O estudo será realizado comparando dados biológicos e metabolômicos. Os genótipos serão cultivados em casa de vegetação, sob condições controladas. Para avaliação dos mecanismos de resistência induzida, os genótipos serão submetidos a fatores de estresse por radiação, hídrico e herbivoria (Spodoptera frugiperda). Os ensaios biológicos serão realizados avaliando respostas de antibiose e antixenose. A análise metabolômica será realizada sobrepondo dados de análises cromatográficas, espectrométricas (UHPLC-qToF MS e Headspace-GC-MS/MS) e espectroscópicas (RMN). Os métodos de extração e otimização instrumental serão desenvolvidos usando ferramentas quimiométricas. A combinação dos dados biológicos e químicos com metodologias estatísticas multivariadas (não) supervisionadas poderá revelar uma visão profunda dos padrões complexos de metabólitos de defesa vegetal, identificando genótipos resistentes e moléculas bioativas contra insetos pragas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)