Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sensores eletroquímicos descartáveis e fotoanodos fabricados com materiais semicondutores nanoestruturados para a determinação e degradação de disruptores endócrinos

Resumo

Neste projeto, se propõe o desenvolvimento de sensores eletroquímicos descartáveis e a de fotoanodos fabricados com materiais semicondutores nanoestruturados. No qual, o primeiro será empregado para a determinação e o segundo para a degradação de disruptores endócrinos. Para o desenvolvimento dos sensores eletroquímicos serão utilizadas diferentes nanoestruturas de carbono, tais como carbon black, grafeno e/ou biochar como fase de reconhecimento no desenvolvimento de novos arranjos de sensores eletroquímicos. Para esta finalidade, serão desenvolvidos eletrodos impressos fabricados com nanoestruturas carbonáceas modificadas com nanopartículas metálicas e/ou quantum dots. Por outro lado, propõe-se o desenvolvimento de materiais semicondutores nanoestruturados para aplicação na remoção de disruptores endócrinos via sistema fotoeletroquímico. O material semicondutor como a hematita (± - Fe2O3) será estudado para a fabricação de fotoanodos, que será utilizada para formar heteroestruturas baseadas na teoria do Esquema Z (Tipo II), que tem como princípio obter efeitos sinérgicos de dois semicondutores combinados que facilitam a transferência de carga, diminuindo a recombinação do par eletrônico e aumentam a tempo útil das espécies de interesse na oxidação de moléculas. Nesta perspectiva, os materiais que serão utilizados para projetar tais heterojunções serão aqueles que contenham halogênios em sua composição (BiOI e BiOBr), pois são conhecidos como excelentes materiais catalíticos na área de estudos optoeletrônicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)