Busca avançada
Ano de início
Entree

Formulação inalatória fitoterápica contendo Stryphnodendron adstringens (Mart.) e Libidibia ferrea contra patógenos respiratórios

Processo: 21/12937-3
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de julho de 2022 - 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Rodney Alexandre Ferreira Rodrigues
Beneficiário:Rodney Alexandre Ferreira Rodrigues
Instituição Sede: Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Paulínia , SP, Brasil
Assunto(s):Infecções respiratórias  Farmacorresistência bacteriana  Extratos vegetais  Barbatimão  Pau-ferro  Medicamentos fitoterápicos  Antibacterianos  Administração por inalação  Spray drying 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Barbatimão | extratos vegetais | patógenos respiratórios | Pau Ferro | pó inalatório | Spray drying | Pó inalatório

Resumo

Segundo a organização mundial de saúde, infecções do trato respiratório inferior são a quarta maior causa de mortes mundialmente, e quando causadas por bactérias, podem ser tratadas com antimicrobianos. Entretanto, nas últimas décadas um importante fator tem chamado a atenção: a resistência bacteriana aos antimicrobianos. Neste aspecto, os medicamentos fitoterápicos podem se apresentar como uma estratégia promissora devido a sua natureza biocomplexa, em que diversos compostos ativos podem exercer seu efeito antibacteriano em diversos alvos nestes microrganismos, dificultando a aquisição de resistência. O objetivo deste trabalho é desenvolver um medicamento inalatório antibacteriano baseado em duas plantas medicinais nativas brasileiras, determinar sua concentração efetiva e mecanismo de ação. Concentração mínima inibitória, curva de morte, extravasamento de proteína, microscopia eletrônica de varredura e teste de inibição de bombas de efluxo serão realizados para determinação do mecanismo de ação. As micropartículas serão produzidas por spray-drying, e seu produto será avaliado frente a aerodinâmica, tamanho, densidade, características físicas e quantificação cromatográfica dos compostos presentes. É esperado que ambos os extratos apresentem efeito sinérgico antimicrobiano, e que a formulação cumpra os requisitos de um medicamento de uso inalatório contra afecções respiratórias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)