Busca avançada
Ano de início
Entree

Plataforma de Inovação Tecnológica para Emergências em Saúde

Processo: 21/11946-9
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Centros de Ciência para o Desenvolvimento
Vigência: 01 de junho de 2022 - 31 de maio de 2027
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Durvanei Augusto Maria
Beneficiário:Durvanei Augusto Maria
Instituição Sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:
Gisele Picolo ; Renato Mancini Astray ; Soraia Attie Calil Jorge ; Viviane Fongaro Botosso
Pesquisadores associados:Ana Marisa Chudzinski-Tavassi ; Carla Cristina Squaiella ; Carla Lilian de Agostini Utescher ; Carlos Deocesano-Pereira ; Celso Raúl Romero Ramos ; Cristiano Gonçalves Pereira ; Denise Cristina André Oliveira ; Denise Vilarinho Tambourgi ; Diego Grando Módolo ; Elizabeth Angelica Leme Martins ; Eutimio Gustavo Fernández Núñez ; Fernanda Faria ; Flavio Lichtenstein ; Giselle Pidde Marques Porto ; Hugo Vigerelli de Barros ; Irina Kerkis ; Isadora Maria Villas Boas Silva ; Marcelo Medina de Souza ; Mauricio Barbugiani Goldfeder ; Miryam Paola Alvarez Flores ; Neuza Maria Frazatti Gallina ; Regis Edgar Castilho Junior ; Mirta Ana Schattner ; Sonia Aparecida de Andrade Chudzinski ; Vanessa Olzon Zambelli ; Wagner Quintilio
Bolsa(s) vinculada(s):23/14700-6 - Desenvolvimento de teste sorológico para COVID-19 por citometria de fluxo., BP.TT
22/12882-7 - Padronização de culturas de células neurais e inflamatórias para o estudo de infecções virais que acometem o sistema nervoso central., BP.TT
Assunto(s):Virologia  Pandemias  Vírus  Terapia de alvo molecular  Avaliação pré-clínica de medicamentos  Biossegurança  Plataforma (computação) 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:alvos moleculares | Bancos de vírus | Ensaios pré-clínicos | Nb-3 | Pandemia | Virus Emergentes | Virologia

Resumo

O Instituto Butantan está fortemente comprometido com a saúde pública e, portanto, com ações relacionadas ao combate da COVID-19. Os setores ou centros do Instituto Butantan, sendo eles Centro de Desenvolvimento e Inovação, Centro de Desenvolvimento Científico, Centro de Desenvolvimento Bioindustrial e Centro de Desenvolvimento Cultural se uniram para desenvolver projetos de combate à pandemia. Considerando a longa trajetória da instituição na produção de soros hiperimunes e infraestrutura disponível, o soro heterólogo foi desenvolvido como uma resposta rápida à pandemia para salvar vidas. Este produto foi desenvolvido em um ano, tendo inclusive o teste clínico sido aprovado pela ANVISA. Este projeto se deparou com gargalos importantes relacionados à falta de estrutura laboratorial para a manipulação de agentes patogênicos de classe de risco 3 (NB-3). A instituição possui infraestrutura NB-3 dedicada à produção da vacina Influenza, mas o cronograma anual impossibilita a realização de atividades de desenvolvimento de projetos envolvendo outros agentes patogênicos. Além disso, a pandemia deixou evidente a necessidade de estarmos preparados para desenvolver tecnologias competitivas. Temos, na instituição, laboratórios que estão sendo estruturados para dar respostas rápidas através de metodologias contemporâneas, mas que necessitam de adequações para algumas atividades. Especificamente, quando se trata de microrganismos com nível de segurança NB-3, como é o caso do SARS-CoV-2, necessitamos adequação para estudos mais abrangentes como: para o isolamento de vírus a partir de amostras biológicas, replicação viral, ensaios de provas de conceito, ensaios pré-clínicos, inativação viral, entre outras atividades essenciais para o entendimento da doença e desenvolvimento de novos produtos. O projeto aqui proposto visa o fortalecimento e a aceleração de plataformas de inovação tecnológica no Instituto Butantan, preparadas para desenvolver tecnologias competitivas para o desenvolvimento de imunobiológicos e testes de imunodiagnóstico, capazes de dar respostas rápidas para doenças virais emergentes, utilizando o SARS-CoV-2 como modelo. Fazem parte destas plataformas também a implementação de modelos in vitro e in vivo para a realização dos ensaios de desafio, a descoberta e modulação de alvos celulares, a partir de modelos robustos que permitam a sua validação e possibilitem o entendimento da doença, bem como proporcione o desenho de novos agentes terapêuticos. Embora a pandemia de COVID-19 esteja aparentemente entrando em uma fase de desaceleração, muito ainda necessita ser feito para alcançar o seu controle. Os esforços iniciais dessas novas plataformas estarão concentrados no combate ao SARS-CoV-2, porém com a visão de que sirvam como modelo para o rápido enfrentamento de novas doenças virais emergentes, bem como inovações incrementais de imunobiológicos já existentes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BOTOSSO, VIVIANE FONGARO; DURIGON, EDISON LUIZ; DE SOUZA, EDMARCIA ELISA. Emerging human viruses with pandemic potential: Diagnostics, pathogenesis, and therapeutics. FRONTIERS IN CELLULAR AND INFECTION MICROBIOLOGY, v. 13, p. 2-pg., . (20/12277-0, 21/11946-9, 15/26722-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.