Busca avançada
Ano de início
Entree

O 3-bromopiruvato suprime o fenótipo maligno de células de melanoma resistentes ao vemurafenibe

Processo: 22/11853-3
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de outubro de 2022 - 31 de março de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Céline Marques Pinheiro
Beneficiário:Céline Marques Pinheiro
Instituição Sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Melanoma  Metabolismo  Metabolismo tumoral 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:melanoma | metabolismo | Proto-oncogene proteína B-raf | Resistência a droga | vemurafenibe | Metabolismo tumoral

Resumo

Introdução: Mutações BRAF estão associadas a alta mortalidade e são um fator importante nas decisões terapêuticas. Terapias direcionadas a tumores com mutação BRAF, como o vemurafenibe (PLX), melhoraram significativamente a sobrevida global de pacientes com melanoma. No entanto, a recaída do paciente e as baixas taxas de resposta permanecem desafiadoras, mesmo com as alternativas terapêuticas atuais. Tumores altamente proliferativos geralmente dependem da glicólise para sustentar o seu fenótipo agressivo. O 3-bromopiruvato (3BP) é um promissor inibidor da glicólise relatado para mitigar a resistência em tumores. Este estudo teve como objetivo avaliar o potencial do 3BP como agente antineoplásico para o tratamento de melanoma resistente a PLX. Métodos: O efeito do 3BP sozinho ou em combinação com PLX na viabilidade, proliferação, formação de colônias, morte celular, migração, invasão, marcador epitelial-mesenquimal e expressão de proteínas metabólicas, glicose e lactato extracelulares e espécies reativas foram avaliados em dois linhagenss celulares de melanoma resistentes a PLX. Resultados: O tratamento com 3BP, mais eficaz em monoterapia do que combinado com PLX, perturbou o perfil metabólico e epitelial-mesenquimal das células resistentes a PLX, prejudicando sua proliferação, migração e invasão e desencadeando morte celular. Conclusões: A monoterapia com 3BP é um potente agente desregulador metabólico contra melanomas resistentes a PLX, auxiliando na supressão do fenótipo maligno neste tipo de neoplasia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)