Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de kit para análise da biodisponibilidade in vitro de nutrientes e componentes de alimentos empregando um modelo de barreira intestinal 3D bioimpressa

Processo: 22/10395-1
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de novembro de 2022 - 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Karen Elizabeth Adarme Galvão
Beneficiário:Karen Elizabeth Adarme Galvão
Empresa Sede:Soluções em Biotecnologia 3D - Engenharia Tecidual Ltda
CNAE: Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Município: Campinas
Pesquisadores associados:Veridiana Vera de Rosso
Bolsa(s) vinculada(s):22/16376-9 - Desenvolvimento de kit para análise da biodisponibilidade in vitro de nutrientes e componentes de alimentos empregando um modelo de barreira intestinal 3D bioimpressa, BP.TT
22/14948-5 - Desenvolvimento de kit para análise da biodisponibilidade in vitro de nutrientes e componentes de alimentos empregando um modelo de barreira intestinal 3D bioimpressa, BP.PIPE
Assunto(s):Indústria de alimentos  Bioacessibilidade  Biodisponibilidade  Bioimpressão tridimensional  Biofabricação  Técnicas in vitro 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Barreira intestinal | bioacessibilidade | biodisponibilidade | Bioimpressão 3D | Indústria de alimentos | modelo in vitro | Biofabricação

Resumo

A alimentação configura, atualmente, uma das variáveis mais importantes para a saúde dos indivíduos. Assim, a busca pelo consumo de alimentos nutritivos, saudáveis e com propriedades funcionais tem se tornado um dos objetivos principais dos pesquisadores das áreas de Ciência de Alimentos e Nutrição. A modernização das técnicas de processamento industrial desencadeou o aumento exponencial da variedade de alimentos disponíveis no mercado. Nesse cenário, a pesquisa para desenvolvimento destes é prioritária para o setor alimentício. Entre as principais inovações, em termos de alimentos funcionais estão as pesquisas com compostos bioativos que atuam na saúde humana sob diversos mecanismos, apresentando atividade antioxidante, anti-inflamatória, modulando a microbiota intestinal, repercutindo na melhora da imunidade e na prevenção do desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Nas atividades de pesquisa, modelos de cultura celular intestinal de origem humana têm atraído cada vez mais interesse. Nas últimas décadas, modelos in vitro, ex vivo e in vivo foram desenvolvidos para estudar diferentes funções de epitélio intestinal e metabolismo, em especial no processo inflamatório. Contudo, esses testes ainda são de difícil execução, requerem analistas especializados e envolvem um alto custo que dificilmente as empresas estão dispostas a pagar. Dentre as abordagens utilizadas para a construção dos modelos, a bioimpressão 3D tem ganhado cada vez mais destaque. Esta subárea da manufatura aditiva (impressão 3D) está revolucionando o campo da engenharia de tecidos e da medicina regenerativa uma vez que tem possibilitado fabricar tecidos biomiméticos atendendo a necessidades específicas relacionadas a modelos in vitro ou a pacientes através de terapias avançadas baseadas em engenharia tecidual. Dessa maneira, este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de um kit composto por um modelo in vitro de barreira intestinal bioimpresso e reagentes selecionados para estudar o efeito de componentes alimentares fenólicos e carotenoides sobre o microambiente intestinal. O produto final proposto é um kit capaz de apoiar a indústria de alimentos em estudos de validação e segurança de novos produtos. A proposta é apresentada pela startup 3D Biotechnology Solutions - 3DBS, que desde 2018 desenvolve equipamentos para biofabricação e que em 2022 passou a oferecer modelos in vitro de pele, de barreira intestinal e organóides de fígado construídos com a sua própria tecnologia. O projeto conta com o apoio do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio CNPEM) na caracterização dos modelos bioimpressos e da UNIFESP na figura da professora Dra. Veridiana V. de Rosso, no desenvolvimento dos protocolos de validação. Sob a ótica da empresa, o projeto apoiará o desenvolvimento de um produto de alto valor agregado para a indústria de alimentos, com alto potencial de escalabilidade, permitindo que este segmento alavanque competências na pesquisa de novos produtos alimentícios. Além disso, permitirá a 3DBS aumentar seu portfólio de produtos bioimpressos e consolidar competências de pesquisa no campo da engenharia tecidual. Dentre os objetivos específicos podemos destacar: 1- Padronização da produção dos modelos de Barreira intestinal pela técnica de bioimpressão; 2- Caracterização dos modelos; 3- Seleção e definição dos componentes do kit (meios e reagentes); 4- Testes de avaliação de protocolo de absorção e análise. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)