Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção purificação e caracterização bioquímica de lipase microbiana

Processo: 94/01507-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 1994 - 30 de setembro de 1996
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Glaucia Maria Pastore
Beneficiário:Glaucia Maria Pastore
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Imobilização  Fermentação  Lipase  Micro-organismos 

Resumo

Lípases são enzimas que atuam na hidrólise de ligações ésteres entre ácidos graxos e álcoois, na interface óleo/água. Podem também executar a reação inversa, de esterificação, produzindo glicerídeos. As lípases apresentam características físico-químicas distintas de acordo com sua origem, podendo ser encontradas em animais, vegetais e microrganismos. A grande diversidade de microrganismos possibilita a obtenção de lípases de características diferenciadas e com potencial aplicação industrial. Serão selecionados microrganismos produtores de lípase extracelular a partir de amostras de solo, resíduos industriais de fábrica de óleos, frutas, vegetais em geral, águas residuárias, etc. O microrganismo selecionado será inoculado em meio de cultura apropriado para produção da - enzima. A enzima bruta será purificada por fracionamento com sulfato de amônio e cromatografia de troca iônica em coluna de DEAE-Sephadex e CM-celulose. A enzima pura será caracterizada bioquimicamente quanto as suas propriedades. Tais como pH e temperatura ótima e pH e temperatura de estabilidade, especificidade frente ao substrato, efeito de íons metálicos, etc. A enzima bruta e/ou purificada será submetida à imobilização para reuso e otimização da ação enzimática. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.