Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do veneno de peixes do gênero Thalassophryne: caracterização biológica e bioquímica

Processo: 94/01517-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 1994 - 31 de agosto de 1996
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Ivan da Mota e Albuquerque
Beneficiário:Ivan da Mota e Albuquerque
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Venenos 

Resumo

Os peixes do gênero Thalassophryne causam a mais importante forma de ictismo no Brasil, devido à gravidade dos acidentes que provocam e a facilidade de adaptação em diversos ambientes. E são dotados de veneno potente com acúleos inoculadores na região das barbatanas operculares e dorsal. Os acidentes ocorrem quando as pessoas pisam inadvertidamente no peixe. O quadro clínico observado consiste inicialmente de edema e eritema localizados com evolução para necrose. É comum a ocorrência de infecção bacteriana secundária prolongada que em alguns casos requer amputação. Não existe tratamento específico. O objetivo do presente plano de pesquisa é estudar a natureza química do veneno e qual o seu mecanismo de ação de modo a obter subsídios suficientes para propor e estabelecer uma forma de terapia específica. (AU)