Busca avançada
Ano de início
Entree

Trajetórias de nutrição, desenvolvimento infantil e inserção escolar no contexto da Amazônia Brasileira: oportunidades e desafios para o alcance do potencial humano

Processo: 22/03136-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Projeto Inicial
Vigência: 01 de março de 2023 - 29 de fevereiro de 2028
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Bárbara Hatzlhoffer Lourenço
Beneficiário:Bárbara Hatzlhoffer Lourenço
Instituição Sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Alicia Matijasevich Manitto ; Ana Alice de Araújo Damasceno ; Angela Cristina Bizzotto Trude ; Cristiane da Silva Cabral ; José Irineu Rangel Rigotti ; Marcia Caldas de Castro ; Marly Augusto Cardoso ; Priscila de Morais Sato
Bolsa(s) vinculada(s):23/13716-6 - Trajetórias de nutrição até a idade escolar na Amazônia Brasileira: implicações da integração de diferentes formas de má nutrição ao perfil metabólico aos 9-10 anos, BP.DR
Assunto(s):Epidemiologia nutricional  Estado nutricional  Desenvolvimento infantil  Infância  Adolescência  Análise de trajetórias  Ambiente escolar  Qualidade  COVID-19  Amazônia Brasileira 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Abordagem de curso de vida | Amazônia brasileira | Análise de trajetórias | Desenvolvimento Infantil | estado nutricional | Indicadores Educacionais | Epidemiologia nutricional

Resumo

A discussão sobre a promoção de aspectos fundantes da saúde e do bem-estar humano deve incluir a janela crítica entre o fim da infância e o início da adolescência. Para tanto, informar sobre trajetórias decorrentes de um balanço de oportunidades e adversidades de fases anteriores, de maneira mais ampla, é crucial. Este projeto objetiva (i) caracterizar perfis de trajetórias de nutrição, desenvolvimento neuropsicomotor e inserção escolar durante a infância, e (ii) investigar sua associação com a função metabólica, a composição corporal, traços de comportamento e sociabilidade, e indicadores educacionais aos 9-10 anos entre crianças de Cruzeiro do Sul (AC). O projeto propõe um componente de integração de dados longitudinais, a partir de um painel de dados epidemiológicos do Estudo MINA-Brasil, a primeira coorte de nascimentos da região da Amazônia Brasileira, iniciada em 2015, em conjunção aos dados longitudinais do Censo Escolar do Inep, considerando o início esperado na educação básica. Por meio de um componente de trabalho de campo, serão realizadas, em âmbito escolar: entrevistas com participantes e profissionais escolares em sala de aula, exames físicos e coleta de amostra de sangue, a fim de compor os desfechos de interesse aos 9-10 anos. Será empregada modelagem de mistura para caracterização de perfis de trajetórias. Probabilidades posteriores de pertencimento às classes serão derivadas para atribuir indivíduos da população de estudo a cada trajetória e explorar associações com desfechos distais, de acordo com diagramas conceituais. Mediadores de interesse incluirão a qualidade do ambiente escolar e a exposição à pandemia de COVID-19, com decomposição de efeitos diretos e indiretos por análise de caminhos. Espera-se agregar complexidade ao enfoque de curso de vida pela mensuração e interpretação mais integradas das trajetórias, com potencial de informar políticas de saúde, educação e setores correlatos, comprometidas com a construção do potencial humano. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)