Busca avançada
Ano de início
Entree

Termografia ativa e segmentação de imagens para diagnóstico de câncer de pele

Processo: 22/08103-2
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de maio de 2023 - 31 de janeiro de 2024
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Fernando Costa Malheiros
Beneficiário:Fernando Costa Malheiros
Empresa Sede:Subiter Diagnósticos por Imagem Ltda
CNAE: Testes e análises técnicas
Atividades de serviços de complementação diagnóstica e terapêutica
Município: São José dos Campos
Pesquisadores associados:Eduardo Torres Novais ; Jose Jeronimo Rabelo Faria
Auxílios(s) vinculado(s):23/16892-0 - Desenvolvimento de um dispositivo para diagnóstico de câncer de pele por meio de termografia ativa, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):23/07050-5 - Termografia ativa e segmentação de imagens para diagnóstico de c ncer de pele, BP.TT
23/07048-0 - Treinamento técnico em desenvolvimento de software e visão computacional., BP.TT
23/07049-7 - Treinamento em coleta de dados científicos e informações técnicas, BP.TT
23/06054-7 - Termografia ativa e segmentação de imagens para diagnóstico de Câncer de Pele, BP.PIPE
Assunto(s):Telemedicina  Inteligência artificial  Diagnóstico de câncer  Neoplasias cutâneas  Termografia  Processamento de imagens 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:diagnostico cancer de pele | Diagnóstico por termografia | Inteligência Artificial | Telemedicina | termografia ativa | Termografia e processamento de imagem

Resumo

A temperatura como diagnóstico é usada desde 400 a.C. pelo pai da medicina, Hipócrates, que dizia: "Em qualquer parte do corpo, se houver excesso de calor ou frio, a doença existe e é para ser descoberta." O desenvolvimento tecnológico na velocidade, precisão e sensibilidade dos equipamentos, trouxe a termografia como ferramenta auxiliar para cientistas e profissionais da saúde compreenderem o funcionamento do corpo humano e diagnosticar padrões de saúde e doenças. Este trabalho tem por objetivo desenvolver um protocolo de diagnóstico de câncer de pele por termografia ativa para auxiliar os profissionais da saúde. Uma revisão bibliográfica é apresentada, mostrando que a termografia tem potencial para diagnosticar câncer de pele. Entretanto, existe um grande espaço para o desenvolvimento de métodos de processamento de imagens, para a compreensão do problema térmico envolvido e, principalmente, há um grande caminho a ser percorrido no sentido de se estabelecer um protocolo de diagnóstico. O projeto de pesquisa tem um caráter exploratório e experimental e está organizado em pacotes de trabalhos com tarefas e prazos definidos, separados em gestão, estratégia e desenvolvimento. A gestão está relacionada a contratos, compras, prestação de contas e organização de documentos em geral. A estratégia é responsável por acompanhar o mercado, relação com parceiros, mapear oportunidades e potenciais clientes. O desenvolvimento trabalhará no produto fazendo um modelo térmico para compreender o fenômeno, propondo um protocolo inicial de exame, definindo os procedimentos de processamento de imagem, elaborando a interface entre a câmera e método de processamento e testando/avaliando os resultados em pacientes. O projeto inclui a consultoria de um médico dermatologista durante todo o período e prevê visita a hospitais e grupos de pesquisa para avaliação do procedimento proposto. O câncer de pele é o câncer de maior incidência na espécie humana e acomete o mundo inteiro. O resultado esperado para o projeto é a elaboração de um protocolo de diagnóstico de câncer de pele por termografia, um produto escalável que ficará sob controle da empresa, uma vez que seu grande valor está na metodologia de processamento das imagens. Uma vez consolidado o método, a doença poderá ser diagnosticada em estágio cada vez mais inicial, levando a uma demanda por sua utilização, causando economia de recursos com tratamento e, principalmente, aumentando as chances de salvar vidas. Além disso, uma vez consolidada, a tecnologia poderia ser extrapolada para outras aplicações como diagnóstico de hanseníase, que é uma questão de saúde pública em muitos países, incluindo o Brasil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Treinamento busca ajudar startup a se tornar um negócio lucrativo 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)