Busca avançada
Ano de início
Entree

LaLRR17 de Leishmania (L.) amazonensis aumenta a entrada do parasita no macrófago por um mecanismo dependente de GRP78

Processo: 23/11103-7
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de outubro de 2023 - 31 de março de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Beatriz Simonsen Stolf
Beneficiário:Beatriz Simonsen Stolf
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:21/08915-4 - Identificação de fatores relacionados com fagocitose e sobrevivência de L. amazonensis por comparação de proteomas e análise de mutantes por CRISPR-Cas9, AP.R
Assunto(s):Macrophage  Leishmania 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:) amazonensis | grp78 | LaLRR17 | Leishmania (L | Macrophage | Phagocytosis | Leishmania

Resumo

Leishmanioses afetam 12 milhoes de pessoas no mundo. São causadas por Leishmania, protozoários parasitas transmitidos a mamiferos por flebotomineos femeas. Em seu ciclo, promastigotas do parasita habitam o intestino do vetor e se convertem em amastigotas nos macrófagos dos vertebrados. O parasita evade das respostas microbicidas do macrófago graças a seus fatores de virulência, que afetam sua fagocitose, sobrevivência e/ou proliferação. A interação entre Leishmania e moléculas do macrófago é essencial para a fagocitose e sobrevivencia do parasita. Proteínas com repetições ricas em leucina (LRRs) são comuns em diversos organismos, e esses motivos são geralmente envolvidos em interações proteína-proteína. Identificamos o gene LRR17, que codifica uma proteína com 6 domínios LRR, no genoma de várias espécies de Leishmania. Mostramos aqui que promastigotas de Leishmania (L.) amazonensis que superexpressam LRR17 são mais infectivos in vitro. Produzimos LRR17 recombinante e identificamos a Glucose-regulated protein 78 kDa (GRP78) do macrófago como seu ligante por cromatografia de afinidade seguida de espectrometria de massas. Mostramos que GRP78 se liga a LRR17 e que seu bloqueio anula o aumento de infecção conferido por LRR17. Nossos resultados são os primeiros a descrever LRR17, e esperamos que estimulem futuros estudos sobre como essa proteína aumenta a fagocitose de Leishmania. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)