Busca avançada
Ano de início
Entree

Formulações livres de antibióticos e de nutrientes para feridas crônicas

Processo: 23/08397-9
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2023 - 30 de setembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Convênio/Acordo: University of Surrey
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Silvya Stuchi Maria-Engler
Beneficiário:Silvya Stuchi Maria-Engler
Pesq. responsável no exterior: Lian Xiang Liu
Instituição no exterior: University of Surrey, Inglaterra
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:22/09245-5 - Potencial metastático da peroxirredoxina 2 em Melanomas NRAs-mutados, AP.R
Assunto(s):Pele  Modelos tridimensionais de cultura de células  Ferimentos e lesões  Técnicas in vitro 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:feridas crônicas | pele | pele in vitro | testes alternativos | cultura 3D e testes in vitro

Resumo

As feridas crônicas afetam uma parte significativa da população global, principalmente adultos mais velhos com complicações de saúde subjacentes, como diabetes. A complexa fisiopatologia das feridas crônicas envolve inflamação persistente, redução na expressão de fatores de crescimento e possível formação de biofilme bacteriano. As opções de tratamento atuais carecem de especificidade e enfrentam desafios decorrentes da resistência antimicrobiana. Essa colaboração de pesquisa tem como objetivo explorar o uso de formulações à base de nutrientes e livres de antibióticos para a prevenção e tratamento de feridas crônicas, ao mesmo tempo em que combate a resistência antimicrobiana.A Universidade de Surrey (UoS) desenvolveu formulações bioativas com eficácia comprovada na cicatrização de feridas, remodelação de tecidos e propriedades antibiofilme e antibacterianas. Essas formulações consistem em compostos como vitamina E, vitamina A e um biocida chamado PHMB. Além disso, formulações separadas contendo curcumina e ácido ascórbico demonstraram atividades anti-inflamatórias, antioxidantes e antimicrobianas. A combinação desses compostos tem como objetivo obter benefícios sinérgicos com efeitos adversos mínimos.A Universidade de São Paulo (USP) é especializada em bioengenharia de tecidos cutâneos e no desenvolvimento de métodos alternativos para experimentação em animais. Eles possuem experiência na construção de modelos de pele humana tridimensionais in vitro, que podem fornecer insights valiosos para questões fisiológicas e patológicas. Esses modelos têm sido usados com sucesso para avaliar a eficácia e segurança de vários ingredientes e tratamentos anti-tumorais.A colaboração entre a UoS e a USP tem como objetivo validar as formulações bioativas usando modelos de células tridimensionais personalizados que imitam leitos de feridas infectadas. As formulações serão testadas quanto à sua capacidade de penetrar e limpar biofilmes bacterianos, matar bactérias e promover a regeneração tecidual. Além disso, as formulações podem ser usadas como agentes profiláticos para evitar que feridas agudas se tornem crônicas.As atividades de intercâmbio envolvem pesquisadores de cada instituição passando um mês no laboratório do parceiro, trabalhando na construção e dosagem de modelos de pele tridimensionais e avaliando o desempenho e a eficácia das formulações. A colaboração também oferece a oportunidade de explorar formulações para outras doenças de pele, como o câncer de pele, aproveitando as propriedades antibacterianas das formulações.O impacto potencial dessa colaboração de pesquisa inclui fornecer tratamentos alternativos ou coadjuvantes para feridas crônicas, explorar a eficácia antimicrobiana para infecções não ameaçadoras à vida, disseminar conhecimento por meio de seminários e palestras, e publicar resultados de pesquisa em revistas de alto impacto. Os resultados do projeto têm potencial para o desenvolvimento de novos tratamentos de saúde e o crescimento da indústria farmacêutica, beneficiando indivíduos, a economia e várias indústrias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)