Busca avançada
Ano de início
Entree

A interação entre neandertais e humanos modernos no norte dos Bálcãs: uma abordagem paleoantropológica.

Processo: 23/06224-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2024 - 31 de dezembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-histórica
Pesquisador responsável:Walter Alves Neves
Beneficiário:Walter Alves Neves
Instituição Sede: Instituto de Estudos Avançados (IEA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:André Menezes Strauss ; George Muratoreanu ; Giancarlo Scardia ; Marian Cosac ; Mark Oliver Rohrig Hubbe ; Stefan Vasile ; Ximena Suarez Villagran
Assunto(s):Antropologia  Cultura  Evolução  Paleoantropologia  Evolução humana 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Antropologia | Arqueologia | cultura | Evolução | Neandertal | paleoantropologia | Evolução Humana

Resumo

A expansão do Homo sapiens para fora da África, especialmente para o leste europeu, é um dos eventos mais importante da história evolutiva de nossa espécie. Os Montes Cárpatos, na Romênia, constituem uma das rotas que estes primeiros desbravadores da Eurásia utilizaram, com as mais antigas evidências da presença humana na Europa. No presente projeto, através de uma inédita missão científica romeno-brasileira, iremos prospectar novos sítios arqueológicos e paleontológicos na Garganta do Vârghi, ao norte das Montanhas Perani (Cárpatos Orientais, Romênia). Nesta localidade, estudos preliminares apontam a existência de sítios arqueológicos documentando atividade humana paleolítica, cobrindo - provavelmente - a chegada dos humanos modernos na Europa e o desaparecimento dos neandertais. Juntamente com a posição geográfica da Romênia, em uma possível rota de migração do Oriente Próximo para a Europa Central, investigações sobre o Paleolítico Médio nas cavernas de alto potencial da Garganta do Vârghi, podem fornecer informações significativas sobre como as duas espécies humanas interagiram e lidaram com as mudanças climáticas que ocorreram na área durante o Pleistoceno Superior. Para isso realizaremos prospecções arqueológicas utilizando metodologias de documentação e gerenciamento informatizado desenvolvidos por nossa equipe. A cronologia dos depósitos antropogênicos será determinada pela aplicação de diversos métodos de datação incluindo radiocarbono, Urânio/Tório e Luminescência Oticamente Estimulada. Análises de micromorfologia e sedimentologia serão conduzidos para determinar os processos de formação dos sítios arqueológicos. Finalmente, remanescentes fósseis serão analisados morfologicamente/taxonomicamente, bem como por uma bateria de análises moleculares para determinação de dieta (C/N), mobilidade (Sr) e história populacional (DNA). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)