Busca avançada
Ano de início
Entree

Geomorfometria multi-escala na análise de movimentos de massa em São Sebastião (SP)

Processo: 23/11197-1
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2024 - 31 de janeiro de 2026
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Carlos Henrique Grohmann de Carvalho
Beneficiário:Carlos Henrique Grohmann de Carvalho
Instituição Sede: Instituto de Energia e Ambiente (IEE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Camila Duelis Viana ; John Lindsay ; Mihai Niculita ; Vivian Cristina Dias
Assunto(s):LIDAR  Aprendizado computacional  Sensoriamento remoto 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Análise digital de terreno | Lidar | machine learning | Movimento de Massa | Risco Geológico | SfM-MVS | Sensoriamento Remoto

Resumo

O desenvolvimento das tecnologias de sensoriamento remoto na última década levou a um crescimento praticamente exponencial da informação disponível sobre segmentos da superfície terrestre. Entre esses avanços pode-se citar imagens orbitais de alta resolução com possibilidade de geração de Modelos Digitais de Elevação (MDEs), LiDAR (Light Detection And Ranging) aeroportado ou terrestre, e, mais recentemente, a aplicação da técnica de Structure from Motion--Multi View Stereo (SfM-MVS) a conjuntos de imagens obtidas por Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPAs - Remotely Piloted Aircrafts). O projeto propõe o uso de ferramentas modernas de análise geo-espacial -- Sensoriamento Remoto de Alta Resolução baseado em RPAs, LiDAR terrestre/aeroportado, SfM-MVS, Machine/Deep Learning -- no estudo de movimentos de massa (escorregamentos) e de risco geológico. A área de estudos abrange o município de São Sebastião (SP), palco de tragédia humanitária após ser afetada por centenas de escorregamentos rasos e fluxos de lama em função de chuva anômala em fevereiro de 2023. Os temas selecionados para estudo englobam: análise multi-escala com apoio de Machine Learning da influência de parâmetros do relevo na determinação de susceptibilidade a escorregamentos; modelagem 3D de áreas de escorregamentos por SfM-MVS; comparação entre dados obtidos por SfM-MVS e LiDAR aeroportado na região; mapeamento multitemporal de um escorregamento com atividade desde o início dos anos 2000. O projeto tem uma programação de dois anos e será conduzido pelo investigador principal e sua equipe de alunos, em colaboração com docentes da Universidade de Guelph (Canadá) e Universidade de Iasi (Romênia). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)