Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos benéficos de dois derivados de dexametasona liberadores de sulfeto de hidrogênio (H2S) com atividade antioxidante, na dermatite atópica em camundongos.

Processo: 23/13462-4
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de novembro de 2023 - 30 de abril de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Marcelo Nicolas Muscara
Beneficiário:Marcelo Nicolas Muscara
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse oxidativo  Inflamação 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:atopic dermatitis | Dexamethasone | hydrogen sulfide | Oxidative stress | Inflamação

Resumo

O sulfeto de hidrogênio (H2S) é produzido principalmente na pele, onde participa na regulação da inflamação, prurido, citoproteção, cicatrização e angiogênese. Neste estudo comparamos os efeitos dois derivados da dexametasona (Dex) liberadores de H2S em um modelo murino de dermatite atópica (DA) induzida pela aplicação tópica de 2,4-dinitroclorobenzeno (DNCB). Após sensibilização com DNCB, os animais foram tratados topicamente por cinco dias consecutivos com os compostos liberadores de H2S 4-hidroxi-tiobenzamida (TBZ) e 5-(p-hidroxifenil)-1,2-ditiona-3-tiona (ADT- OH), Dex ou os derivados Dex-TBZ ou Dex-ADT. O tratamento tópico com doses equimolares de Dex, Dex-TBZ ou Dex-ADT resultou em redução semelhante do escore de dermatite, comportamento de coçar, edema, eosinofilia, esplenomegalia e alterações histológicas. Contrariamente à Dex, os derivados liberadores de H2S preveniram a elevação de IL-4 e a modificação oxidativa das proteínas da pele. Em doses equimolares, Dex-TBZ, mas não Dex-ADT, promoveu elevação da produção endógena de H2S e atividade GPx. Nem o Dex-TBZ nem o Dex-ADT diminuíram a atividade do GR ou causaram hiperglicemia, como observado no ratamento com Dex. Concluímos que a presença de porções liberadoras de H2S na estrutura Dex não interfere com os efeitos antiinflamatórios deste corticosteróide, mas acrescenta ações terapêuticas benéficas ao composto original. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)