Busca avançada
Ano de início
Entree

Remoção de resíduos de cimento endodôntico à base de resina epóxi ou biocerâmico e efeitos sobre a interface de adesão provocados por substância experimental multifuncional

Processo: 23/08487-8
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2024 - 31 de janeiro de 2026
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Andrea Abi Rached Dantas
Beneficiário:Andrea Abi Rached Dantas
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Milton Carlos Kuga
Assunto(s):Adesivos  Cimentos de resina  Dentina  Etanol  Dentística restauradora 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Adesivo | Cimento Resinoso | dentina | Etanol | obturação endodôntica | Pino de fibra | Dentística Restauradora

Resumo

O presente estudo tem como objetivos avaliar a efetividade de uma solução experimental (ExSo), constituída de solventes apolares e polares e agentes tensoativos, com propriedade desmineralizante, comparada com a água destilada, etanol a 95%, acetona a 99% e acetato de amila, para a remoção de resíduos dos cimentos à base de resina epóxi (AH Plus Jet) ou biocerâmico (BioRoot RCS) da dentina da coroa dental ou do espaço protético intrarradicular preparado para pino de fibra e seus efeitos sobre a interface de adesão entre os adesivos condiciona-e-lava (Adper Scotchbond) ou Universal (Scotchbond Universal Plus) e a dentina da coroa dental e entre os sistemas de cimentação de pinos de fibra com cimentos resinosos convencionais associados aos sistemas adesivos condiciona-e-lava (Adper Scotchbond e Relyx ARC) ou Universal (Scotchbond Universal Plus e Relyx Universal). Na coroa dental, após a impregnação da dentina com um dos cimentos endodônticos e remoção dos resíduos com os protocolos de limpeza dentinária, serão realizados a avaliação da persistência de resíduos, contagem de túbulos dentinários abertos, formação de camada híbrida e tags, por meio de microscopia eletrônica de varredura. A resistência de união e o padrão de fratura entre os sistemas adesivos e a dentina coronária, serão avaliados, respectivamente, por meio de teste de microtração, em máquina de ensaio universal e, estereomicroscopia A penetrabilidade dentinária dos sistemas adesivos será avaliada, por meio de microscopia confocal a laser. Na dentina do espaço protético para pino de fibra, após o corte apical da obturação do canal radicular com um dos cimentos endodônticos, limpeza com os protocolos de limpeza dentinária, preparo para pino de fibra e toalete final com os mesmos protocolos de limpeza, serão também realizados a avaliação da persistência de resíduos, contagem de túbulos dentinários abertos, formação de camada híbrida e tags, com microscopia eletrônica de varredura. A resistência de união e o padrão de fratura entre os sistemas de cimentação resinosos e a dentina dos terços do espaço protético, serão avaliados, respectivamente, por meio de teste push-out, em máquina de ensaio universal, e estereomicroscopia. A penetrabilidade dentinária dos sistemas de cimentação será avaliada, por microscopia confocal a laser. Os resultados obtidos serão avaliados pelas respectivas análises estatísticas, com nível de significância a 5%, após a averiguação da homocedasticidade dos dados e indicação adequada do teste a ser utilizado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)