Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura de núcleos ricos em neutrons do ponto de vista do problema de poucos-corpos

Processo: 23/15738-7
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 12 de abril de 2024 - 11 de maio de 2024
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Tobias Frederico
Beneficiário:Tobias Frederico
Pesquisador visitante: Emiko Hiyama
Inst. do pesquisador visitante: Tohoku University/Tu, Japão
Instituição Sede: Divisão de Ciências Fundamentais (IEF). Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/07767-1 - Reações nucleares com núcleos fracamente ligados ou com estrutura de cluster, radioativos e estáveis, AP.TEM
Assunto(s):Núcleos exóticos  Estrutura nuclear 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:halo de neutrons | nucleos exóticos | Poucos-Corpos | estrutura nuclear

Resumo

O estudo dos núcleos do Boro ricos em nêutrons, 21B e 19B, descritos por um núcleo e um halo de quatro nêutrons, a saber, 21B=17B+n+n+n+n e 19B=15B+n+n+n+n, respectivamente, é um desafio tanto do ponto de vista físico quanto computacional. É intrigante como o halo de quatro nêutrons se organiza em torno do núcleo para formar estados estáveis ou ressonantes. O 21B contém o subsistema 17B+n, onde a interação efetiva é conhecida e foi parametrizada para produzir comprimento de espalhamento grande e negativo, embora o potencial tenha uma contribuição repulsiva e de curto alcance para evitar que os nêutrons do halo penetrem na região caroço. No caso de 19B descrito como um sistema 15+n+n+n+n, é necessário construir o potencial 15B+n, que, em princípio, será construído de forma anãlogo à interação efetiva 17B+n, a fim de representar os estados conhecidos de baixa energia 16B que decaem para 15B+n.Nossa proposta de estudar teoricamente 21B e 19B como um sistema de halo de quatro nêutrons, requer a solução do problema quântico de cinco corpos para o estado ligado/ressonante, que será realizada usando o Método de Expansão Gaussiana e escalonamento complexo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)