Busca avançada
Ano de início
Entree

Infat: investigação de fatores celulares e moleculares relacionados ao sucesso do transplante de tecido adiposo em humanos

Processo: 23/13113-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de março de 2024 - 28 de fevereiro de 2027
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Marcelo Alves da Silva Mori
Beneficiário:Marcelo Alves da Silva Mori
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Município: Campinas
Instituição parceira: UNIDADE NAO MAPEADA
Pesquisadores associados: Eduardo Rodrigues Sucupira Pinto ; Mariana Boroni
Assunto(s):Cirurgia plástica  Lipoenxertia  Tecido adiposo  Vesículas extracelulares 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cirurgia plástica | Lipoenxertia | Sequenciamento de RNA de célula única | Tecido adiposo | Terapia Estética | vesículas extracelulares | Biologia do Tecido Adiposo

Resumo

O transplante autólogo de tecido adiposo é uma técnica estética e terapêutica amplamente utilizada para remodelação corporal e regeneração de estruturas danificadas. Este projeto visa compreender a heterogeneidade celular e molecular do tecido adiposo, bem como o papel de microRNAs (miRNAs) secretados em vesículas extracelulares (VEs) na lipoenxertia facial, aprimorando a eficácia e a segurança do procedimento. Este estudo propõe investigar o perfil celular e de miRNAs em amostras de tecido adiposo usadas na lipoenxertia facial, relacionando esses perfis com o sucesso clínico da cirurgia. Os principais objetivos incluem: 1) Identificar subpopulações celulares por meio do sequenciamento de RNAs de células únicas; 2) Caracterizar o perfil de miRNAs secretados por VEs do tecido adiposo; 3) Relacionar os achados com os parâmetros clínicos de volume, durabilidade, satisfação do paciente e segurança; 4) Estabelecer potenciais biomarcadores no tecido adiposo que prevejam o sucesso da cirurgia; e 5) Validar a eficácia preditiva desses biomarcadores. Serão coletadas amostras de tecido adiposo de 33 voluntárias submetidas à lipoenxertia facial. As amostras serão analisadas quanto à expressão gênica em células únicas, em participantes estratificadas em grupos de melhores e piores respondedoras. Além disso, o perfil de miRNAs em VEs será avaliado, correlacionando-o com os parâmetros clínicos. Análises de regressão linear serão realizadas para identificar variáveis associadas ao sucesso da cirurgia. Espera-se identificar padrões celulares e moleculares relacionados ao sucesso da lipoenxertia facial. O grau preditivo desses padrões será testado na coorte completa. Isso permitirá o desenvolvimento de biomarcadores para orientar a tomada de decisões cirúrgicas, aumentando a viabilidade e durabilidade do enxerto. Além disso, os dados obtidos contribuirão para um melhor entendimento da biologia do tecido adiposo, potencialmente levando a terapias inovadoras. Este projeto representa uma abordagem para otimizar a lipoenxertia facial, baseada em evidências moleculares e celulares. A identificação de biomarcadores e mecanismos subjacentes ao sucesso da cirurgia pode beneficiar tanto cirurgiões quanto pacientes, levando a resultados estéticos e funcionais mais satisfatórios. Além disso, contribuirá para a compreensão mais ampla da complexidade e função do tecido adiposo, impactando áreas como medicina regenerativa e cirurgia plástica reparadora. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)