Busca avançada
Ano de início
Entree

Deficiência de piruvato quinase: otimização do sequenciamento do gene pkrl e da análise de dados genotípicos em relação ao risco de malária

Processo: 24/00293-2
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 20 de setembro de 2024 - 10 de outubro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Marcelo Urbano Ferreira
Beneficiário:Marcelo Urbano Ferreira
Pesquisador visitante: Ana Paula Martins dos Reis Arez
Inst. do pesquisador visitante: Universidade Nova de Lisboa, Portugal
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:22/11963-3 - Variação individual no risco de malária: causas e consequências em populações amazônicas, AP.TEM
Assunto(s):Epidemiologia  Malária  Plasmodium falciparum  Plasmodium vivax  Protozoologia 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Deficiência de piruvato quinase | Epidemiologia | malária | Plasmodium falciparum | Plasmodium vivax | Protozoologia

Resumo

A piruvato quinase (PK) é a enzima glicolítica responsável por catalisar a transfosforilação do fosfoenolpiruvato em difosfato de adenosina nas hemácias humanas, produzindo piruvato e ATP como produto final da segunda fase da glicólise. A deficiência de piruvato quinase (PKD), com herança autossômica recessiva, é o defeito mais comum associado à anemia hemolítica hereditária não-esferocítica, caracterizada por anemia e hemólise crônica decorrente de mutações de perda de função no gene pklr. Leva à depleção de ATP e aumento da concentração de 2,3-bifosfoglicerato (2,3-BPG) nos eritrócitos reduzindo a meia vida dessas células. Há evidências de que a PKD possa contribuir para a resistência à malária falciparum, mas não se sabe o mesmo se aplica à malária vivax. A visita da Dra. Ana Paula Arez tem como objetivo principal otimizar técnicas a serem aplicadas em nosso laboratório em São Paulo e iniciar a análise de dados para investigar se há associação entre a PKD e o risco de malária em populações amazônicas. Durante sua visita de 3 semanas ao Brasil, preve-se que a Dra. Ana Paula Arez participe diretamente do treinamento de equipes de nosso laboratorio nas seguintes atividades distribuidas ao longo sua estadia: 1. Otimização de protocolos para o sequenciamento completo da região promotora e da região codificadora (13 exons) do gene pklr em populações amazônicas com PKD previamente determinada fenotipicamente; 2. Padronização das técnicas de análise da relação entre polimorfismos na região genômica que compreende o locus pklr e o risco de malária em populações amazônicas; 3. Seminário aberto a todos os membros do Instituto de Ciencias Biomedicas da USP, com ampla divulgação em todo o campus da USP, sobre os resultados mais recentes de seus estudos celulares e moleculares sobre o impacto da deficiência de piruvato quinase no desenvolvimento dos plasmódios e suas consequências epidemiológicas, como parte do tradicional programa de seminários do Departamento de Parasitologia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP (disciplina de pós-graduação BMP 5761, "Seminars of Parasitology II"). 4. Discussão individualizada sobre projetos de pesquisa, aberta a todos os membros do Departamento de Parasitologia do Instituto de Ciencias Biomédicas da USP (docentes, pós- doutorandos e estudantes de pós-graduação e de iniciação científica). 5. Simpósio sobre Malária, aberto a todos os membros do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, com ampla divulgação em todo o campus da USP. Trata-se de evento misto (presencial e online) reunindo todos os pesquisadores associados e principais do projeto temático 2022/11963-3 e seus estudantes e pós-doutorandos, com três dias de duração. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)