Busca avançada
Ano de início
Entree

Implantação da técnica analítica nuclear e instrumental,fluorescencia de Raios X por dispersão de energia, na Pesquisa Ambiental e industrial

Processo: 95/00647-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 1996 - 31 de março de 2000
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:Silvana Moreira
Beneficiário:Silvana Moreira
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Análise quantitativa  Fluorescência de raio X  Resíduos sólidos 

Resumo

A análise por fluorescência de raios X por dispersão de energia é dentre as técnicas analíticas nucleares, a mais empregada, principalmente na pesquisa agropecuária, ambiental e industrial, na avaliação quali-quantitativa da composição elementar das amostras, pelo fato de ser uma técnica analítica multielementar e instrumental. Além disto, é um método de análise rápido e barato, quando comparado a outros métodos analíticos, como a absorção atômica (AAS), a análise por ativação neutrônica (NAA) e plasma induzido (ICP)(KNEIP e LAURER, 1972; van GRIEKEN et al, 1986). Nos últimos anos, foram desenvolvidas várias pesquisas para a determinação da concentração elementar em amostras de interesse ambiental e industrial, utilizando-se a fluorescência de raios X, ampliando desta forma as áreas de utilização desta técnica analítica nuclear. Temos trabalhado desde 1979 com técnicas analíticas nucleares, utilizando laboratórios e equipamentos de outras instituições, mas cada vez mais se torna evidente a necessidade da implantação desta técnica em nossa Unidade, face ao grande interesse de aplicação desta técnica em pesquisas industriais e ambientais. Desta forma, para que possamos implantar na Faculdade de Engenharia Civil/UNICAMP a técnica analítica de fluorescência de raios X por dispersão de energia, necessitamos da aquisição de um detector semicondutor de Si(Li), módulos de alta tensão e amplificador de pulsos que compõem o sistema de detecção, assim como um tubo de raios X e um gerador, necessários para a excitação dos elementos que constituem as amostras e padrões. Para a preparação das amostras, poderemos utilizar alguns equipamentos, como moinho e prensa disponíveis em outros laboratórios de nossa Unidade. Desta forma, com os equipamentos básicos, descritos acima, poderíamos desenvolver pesquisas em amostras de interesse ambiental e industrial, como Iodos, águas naturais, efluentes industriais, cimentos, solos, material particulado, sedimentos de lago e rio, etc. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.