Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo do espaçador intergênico (IGS) dos cístrons ribossômicos de Odontophrynus americanus 2N e 4N

Processo: 95/01361-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 1995 - 31 de dezembro de 1995
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Itamar Romano Garcia Ruiz
Beneficiário:Itamar Romano Garcia Ruiz
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Anura  Sapos  Odontophrynus americanus  Poliploidia  DNA espaçador ribossômico  Estudo comparativo 

Resumo

As espécies crípticas de anfíbios anuros, O. americanus 2n e 4n (n=11), apesar da diferença de ploidia, mantêm-se fenotipicamente indistinguíveis, sintetizando proteína e transcrevendo RNA total na mesma quantidade (1,2). Haja visto que não houve perda de cistrons ribossômicos nos tetraploides (3), algum mecanismo regulatório deve reduzir a atividade gênica nestes indivíduos. Atualmente, sabe-se que a região do espaçador intergênico (IGS) exerce um papel importante na regulação e evolução dos cistrons ribossômicos (4). A fim de estabelecer uma correlação entre a organização do IGS e a redução da atividade gênica nos tetraploides, assim como para o entendimento dos processos de evolução molecular envolvidos na poliploidização, está sendo feita uma análise detalhada desta região. Para tanto, estão sendo empregados clones de rDNA de origem 2n e 4n em pGEM4/E.coli HB101. Após o mapeamento destes clones com diversas enzimas de restrição, foi feita a subclonagem de fragmentos específicos, para sequenciamento, visando a identificação do promotor de cistrons 2n e 4n e de outras seqüências regulatórias ("enhancers" e promotores do espaçador). No caso específico dos cistrons 4n, descobrimos que há mais de um sitio EcoRI no IGS, o que determinou a clonagem em fago dos fragmentos em falta. O "screening" dos novos clones, mapeamento e subclonagem em plasmídios, bem como o sequenciamento de fragmentos de interesse deverão ser realizados com urgência. A análise conjunta dos dados já obtidos e dos novos dados será feita em programa de microcomputador. (AU)