Busca avançada
Ano de início
Entree

Variações de nível relativo do mar durante o Holoceno ao longo do Litoral Sul catarinense baseadas em condições de Vermetidae

Processo: 95/02939-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 1995 - 31 de agosto de 1996
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Kenitiro Suguio
Beneficiário:Kenitiro Suguio
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Vermetidae  Fósseis  Holoceno  Nível do mar  Litoral do Brasil 

Resumo

O Vermetidae do gênero Petaloconchus é abundante no litoral nordestino e rumo ao sul ocorre ate Cabo Frio (RJ). Em latitudes maiores são encontradas apenas conchas "fósseis" que, segundo Rios (1985) ocorreria até Florianópolis. Desta feita, conchas "fósseis" desses organismos foram encontradas no trecho entre Imbituba e Cabo de Santa Marta, no litoral sul-catarinense. Por outro lado, sendo o Vermetidae ótimo indicador de nível do mar, pode fornecer informações com incerteza de ± 0,50 m e a datação de suas conchas deverá permitir o conhecimento mais preciso da variação de nível relativo do mar holocênico neste trecho da costa brasileira. Deste modo, espera-se que seja possível delinear a curva de variação de nível relativo do mar com boa precisão. (AU)