Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterracoes biogeoquimicas decorrentes da atividade humana em ecossistemas tropicais da bacia amazonica oriental.

Processo: 95/03566-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 1995 - 30 de novembro de 1997
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Carlos Clemente Cerri
Beneficiário:Carlos Clemente Cerri
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Pastagens  Ciclos biogeoquímicos  Amazônia 

Resumo

A ação antrópica vem modificando sistematicamente a estrutura ecológica da bacia Amazônica. Estudos recentes, baseados em imagens de satélites, indicam que ao mesmo tempo em que a derrubada das florestas para implantação de pastagens continua sendo o principal aspecto das mudanças no uso da terra, muitas pastagens tem sido abandonadas e substituídas pela rebrota de florestas secundárias. A taxa de recuperação destas florestas se tornará em breve um parâmetro crítico para o futuro ecológico e socioeconômico de amplas áreas da bacia. Os ciclos biogeoquímicos do carbono, nitrogênio e fósforo influenciam o crescimento da vegetação secundária e têm implicações importantes em muitos aspectos da ecologia nos trópicos, tais como na restauração da fertilidade de áreas degradadas, na significância funcional da biodiversidade das florestas secundárias e na taxa de acúmulo de carbono nestas áreas e seu efeito no balanço global. Este projeto visa obter suporte para o estudo dos principais aspectos do ciclo do carbono, nitrogênio e fósforo em seqüências de cobertura vegetal que incluem florestas tropicais úmidas, pastagens que substituíram florestas primárias e florestas secundárias derivadas de pastagens abandonadas. O estudo focalizará as seguintes questões: (1) Sob floresta secundária, os processos biogeoquímicos ocorrem em níveis e taxas semelhantes ao da floresta original, e em caso afirmativo, qual o prazo desta recuperação? e (2) A disponibilidade de fósforo, considerado o nutriente limitante na maioria dos solos tropicais, exerce um controle crítico sobre a taxa de recuperação dos processos biogeoquímicos? A extensão do retorno dos ciclos dos elementos e suas interações aos níveis originais da floresta primária será acompanhada durante o crescimento secundário. Diferentes mediadas serão feitas no sentido de monitorar a recuperação biogeoquímica, incluindo o estoque de carbono, nitrogênio e fósforo nos diferentes compartimentos do solo, taxas de mineralização e turnover destes elementos e a magnitude do intercâmbio dos importantes gases dióxido de carbono, metano e oxido nítrico entre o solo e a atmosfera. (AU)