Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações hemostáticas, hematológicas, bioquímicas e histopatológicas em cães experimentalmente envenenados por Bothrops Jararaca, botrops alternatus e Bothrops neuwiedi

Processo: 95/04205-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 1995 - 31 de maio de 1999
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Aguemi Kohayagawa
Beneficiário:Aguemi Kohayagawa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Assunto(s):Histopatologia  Bothrops  Hemostasia  Cães  Hematologia 

Resumo

Os distúrbios hemostáticos são uma das principais características do envenenamento sistêmico por serpentes do gênero Bothrops. Pretende-se com este trabalho avaliar as alterações hemostáticas, hematológicas, bioquímicas e histopatológicas em cães experimentalmente envenenados por Bothrops jararaca, Bothrops alíernatus e Bothrops neuwiedi, por meio das determinações dos TP (Tempo de Protrombina), TTPA (Tempo de Tromboplastina Parcial Ativada), TT (Tempo de Trombina), PDFs (Produtos de Degradação da Fibrina), fibrinogênio, contagem total de plaquetas, provas de agregação plaquetária, hemograma, provas de função hepática e renal e pela realização de necropsia. Para tanto serão utilizados trinta cães divididos em três grupos de dez animais. Em cada um dos grupos será realizada a administração de veneno de cada uma das espécies de serpente em questão. Serão realizadas colheitas de material em sete momentos (antes da inoculação; duas, quatro, oito e doze horas após a inoculação e doze e vinte e quatro horas após a soroterapia). As diferenças entre os grupos e entre os diferentes momentos serão avaliadas pela Análise de Perfil (Morrison, 1967). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.