Busca avançada
Ano de início
Entree

Teletandem Brasil: línguas estrangeiras para todos

Processo: 06/03204-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de maio de 2007 - 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Aplicada
Pesquisador responsável:Joao Antonio Telles
Beneficiário:Joao Antonio Telles
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Ana Mariza Benedetti ; Douglas Altamiro Consolo ; Maria Helena Vieira Abrahão
Pesq. associados: Sidnei Bergamaschi ; Wilson Massashiro Yonezawa
Bolsa(s) vinculada(s):10/05398-4 - Anotar como estratégia de aprendizagem no contexto de teletandem, BP.IC
10/02365-8 - A articulação língua-cultura na Coconstrução da competência intercultural em uma parceria de teletandem (português/ espanhol), BP.MS
09/15071-5 - A cultura e o ensino de língua estrangeira: perspectivas para a formação continuada no projeto Teletandem Brasil, BP.DR
+ mais bolsas vinculadas 09/52656-1 - A formação inicial do professor de línguas no e para o contexto virtual e a formação de comunidades de prática, BP.DR
09/03248-8 - O projeto Teletandem Brasil, as comunidades virtuais e as comunidades discursivas, BP.IC
08/04685-0 - Os gêneros textuais e o projeto Teletandem Brasil: investigações preliminares, BP.IC
07/52681-0 - A gramática no contexto teletandem e nos livros didáticos de Português como Língua Estrangeira, BP.MS
07/58001-1 - A mediação no processo de ensino/aprendizagem de língua estrangeira no contexto de Teletandem, BP.IC
07/54063-2 - Os estereótipos e a construção da identidade linguístico-cultural no processo de ensino/aprendizagem de língua estrangeira no contexto teletandem, BP.IC
07/54064-9 - A abordagem do erro no processo de ensino e aprendizagem de língua estrangeira em teletandem, BP.IC
07/54473-6 - Processo de aprendizagem de língua estrangeira no contexto do teletandem e a formação de professores, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Línguas  Aprendizagem de língua estrangeira  Educação a distância 

Resumo

A aprendizagem de línguas in-tandem envolve pares de falantes nativos de diferentes línguas trabalhando, de forma colaborativa, para aprenderem a língua um do outro. Cada um dos membros da dupla é, ao mesmo tempo, aluno da língua estrangeira que deseja aprender ( a língua de competência do seu parceiro) e professor de sua própria língua (aquela que o parceiro quer aprender). Demos o nome de teletandem, quando este tipo de ensino/aprendizagem é assistido pelo computador, à distância, via comunicação síncrona, por meio da utilização dos recursos da escrita, leitura, e videoconferência do MSN Messenger. No que diz respeito aos recursos humanos e técnicos, para se realizar um teletandem são necessários: a) um par de falantes de línguas diferentes que desejem falar a língua um do outro; b) um computador com MSN Messenger, conectado a rede por um modem ADSL e c) uma webcam. Isso é feito de forma completamente gratuita, por meio das ferramentas de leitura, escrita (chat e quadro de comunicação), áudio e vídeo oferecidas pelos MSN Messenger. Este acesso gratuito por meio da web proporcionará aos alunos o contato com línguas e culturas estrangeiras, além do estabelecimento de parcerias, amizades e trocas de informações culturais entre ambas as partes. Deste modo, o Teletandem Brasil traz em seu bojo uma agenda educacional e inter-cultural tanto nas áreas de ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras assistidos por computadores como na área de desenvolvimento de professores para este fim. Trata-se de um projeto interdepartamental e interinstitucional de pesquisa na área de ensino de línguas estrangeiras à distância, o qual envolve alunos de pós-graduação de quatro unidades da UNESP - Universidade Estadual Paulista (Assis- Departamento de Educação; Marília- Programa de Pós-graduação em Educação; São José do Rio Preto- Departamento de Letras Modernas e Programa de Pós-graduação em Estudos Lingüísticos e Bauru- Departamento de Computação). O projeto conta, também, com a participação de pesquisadores-colaboradores dos departamentos de língua portuguesa de universidades estrangeiras - até o presente momento, University of Illinois- Urbana-Champaign, EUA; Université Chales-de-Gaulle, Lille III, França e Universitá degli Studi di Lecce, Italia. Quanto a sua fundamentação teórica, no que diz respeito à aprendizagem, o projeto se apóia na teoria sócio-construtivista, na aprendizagem cooperativa e na aprendizagem transformativa. No que diz respeito a aquisição de uma língua estrangeira, estamos fundamentados em teorias associadas à autonomia, abordagem lexical, enfoque sobre a forma, insumo compreensível e autenticidades interacional e situacional, dentre outras teorias... (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.