Busca avançada
Ano de início
Entree

Bioecologia e estabelecimento de estratégias de controle de Diaphorina citri Kuwayama (Hemiptera: Psyllidae), vetor da bactéria causadora do "Greening" nos citros

Resumo

A citricultura brasileira é responsável por um terço da produção mundial de laranjas, com uma receita superior a US$ 1,5 bilhão por ano para o Brasil, sendo o estado de São Paulo responsável por 80% da produção nacional. Toda esta produção pode ser comprometida por vários problemas fitossanitários incluindo pragas nativas e exóticas que podem, não somente prejudicar a produção nacional como também afetar a competitividade do setor em nível internacional. Em julho de 2004, foi detectada, em mais de 15 municípios paulistas, a bactéria Candidatus Liberobacter spp., causadora da principal doença de citros no mundo, o "greening" ou "huanglongbin". Em novembro de 2004, o número de municípios paulistas saltou para 45. A transmissão do "greening" tem sido associada a duas espécies de psilídeos, sendo uma delas Diaphorina citri Kuwayama, 1908, a que encontra-se associada à cultura de citros com ampla distribuição no Brasil. Além da transmissão da bactéria, este psilídeo causa o enrolamento das folhas e a deformação ou engruvinhamento dos brotos, impedindo o crescimento normal devido à injeção de toxinas durante a sucção de seiva. A eliminação do "honeydew" durante a sua alimentação ainda propicia o desenvolvimento da fumagina, reduzindo a eficiência fotossintética das folhas. Apesar de D. citri ser registrada no Brasil desde 1942, poucos estudos foram realizados por ser considerada praga secundária. Entretanto, com o surgimento do agente causal do "greening" no Brasil, e o seu potencial como agente transmissor dessa doença, teme-se que a citricultura paulista seja dizimada por essa doença, à semelhança do ocorrido em países da Ásia, caso medidas de controle e manejo do vetor e doença não sejam rapidamente desenvolvidas. Neste contexto, são envolvidos, portanto, 2 agentes biológicos, o inseto, D. citri e a bactéria, Candidatus Liberobacter spp. O objetivo do presente projeto temático é realizar pesquisas com o inseto, desde a sua taxonomia, envolvendo técnicas morfológicas e biomoleculares, desenvolvimento de estudos biológicos em diferentes temperaturas e UR, visando determinar as regiões em que a praga será mais problemática; pesquisar diferentes populações com base em técnicas moleculares, estudar as interações vetor x bactéria e sua dinâmica populacional (e de inimigos naturais nativos), estabelecimento de estratégias de controle, incluindo métodos alternativos (biológicos, microbianos, resistência de plantas etc.) e químico, neste caso, especialmente com produtos seletivos. Tais estudos propiciarão um conjunto de medidas (um pacote tecnológico) a ser utilizado no manejo da praga na cultura de citros no estado de São Paulo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Defesa natural 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Contrôle biologique contre le greening des agrumes 
Vespas soltas nos laranjais 
Avispas sueltas en los naranjales 
A luta contra o dragão amarelo 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AIDA DOSSI, FABIO CLEISTO; CONSOLI, FERNANDO LUIS. Gross morphology and ultrastructure of the female reproductive system of Diaphorina citri (Hemiptera: Liviidae). Zoologia, v. 31, n. 2, p. 162-169, Abr. 2014. Citações Web of Science: 5.
GUIDOLIN, A. S.; CONSOLI, F. L. Molecular Characterization of Wolbachia Strains Associated with the Invasive Asian Citrus Psyllid Diaphorina citri in Brazil. MICROBIAL ECOLOGY, v. 65, n. 2, p. 475-486, FEB 2013. Citações Web of Science: 19.
FÁBIO C A DOSSI; FERNANDO L CÔNSOLI. Desenvolvimento ovariano e influência da cópula na maturação dos ovários de Diaphorina citri Kuwayama (Hemiptera: Psyllidae). Neotropical Entomology, v. 39, n. 3, p. -, Jun. 2010.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.