Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de dispositivos eletrocrômicos

Processo: 96/00240-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 1996 - 28 de fevereiro de 1998
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Agnieszka Joanna Pawlicka Maule
Beneficiário:Agnieszka Joanna Pawlicka Maule
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):96/09381-0 - Desenvolvimento de dispositivos eletrocrômicos, BP.TT
Assunto(s):Eletrocromismo  Filmes finos 

Resumo

O presente projeto se destina ao desenvolvimento de dispositivos eletrocrômicos, que são celas eletroquímicas de estado sólido e se caracterizam pela mudança de sua transmissão ótica conforme o potencial aplicado. Estes dispositivos são bastante interessantes do ponto de vista tecnológico como também econômico, podendo ser aplicados, por exemplo, na construção civil em forma de janelas, contribuindo para a diminuição do consumo de energia e melhoria do bem estar dos ocupantes. Para desenvolvimento desses dispositivos e janelas eletrocrômicas pretende-se utilizar o óxido de nióbio como camada eletrocrômica e filme misto de óxido de titânio-óxido de cério como camada de reservatório de íons. Para obter os melhores resultados em termos de estabilidade, pretende-se ensaiar três tipos de eletrólitos: o POE/LiN(SO2CF3)2 ou POE/LiC1O4, um eletrólito a base de um híbrido misto orgânico-inorgânico - polietilenoglicol-silica-LiC1O4 ou polipropilenoglicol-silica-LiC1O4 como também um eletrólito líquido a base de LiC1O4/PC. Para realizar este projeto serão necessários dois equipamentos importados: um potenciostato-galvanostato com impedancímetro e um espectrofotômetro UV-Vis para caracterização das amostras de filmes e do dispositivo completo. Além disso, serão necessários três equipamentos nacionais: dip-coating, um forno programável para deposição e calcificação dos filmes e um microcomputador para controle e aquisição de dados da interface eletroquímica. Outros gastos incluem a compra de reagentes químicos, vidrarias e serviços de terceiros (serviços de vidraria e pagamento de algumas análises junto ao IFSC, IQSC - USP e CCDM). (AU)