Busca avançada
Ano de início
Entree

O Brasil e a periferia na era da globalização: inconversibilidade monetária, atraso produtivo, regimes de políticas econômicas e desenvolvimento

Processo: 05/60348-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de outubro de 2006 - 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico
Pesquisador responsável:Ricardo de Medeiros Carneiro
Beneficiário:Ricardo de Medeiros Carneiro
Instituição-sede: Instituto de Economia (IE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Antonio Carlos Macedo e Silva ; Daniela Magalhães Prates
Auxílios(s) vinculado(s):09/03296-2 - XI Reunión de economia mundial, AR.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):07/51185-0 - Políticas cambial e monetária no Brasil pos-real: os dilemas enfrentados por um país de moeda inconversivel, BP.DR
Assunto(s):Desenvolvimento econômico  Industrialização  Política econômica  Política cambial  Política fiscal  Política monetária 

Resumo

Este projeto pretende investigar as implicações do contexto econômico contemporâneo para a definição de políticas macroeconômicas e de desenvolvimento, particularmente sob as condições vigentes na economia brasileira, que serão objeto de comparação com aquelas de outros Países, periféricos, latino-americanos e asiáticos. A atividade de pesquisa se desdobrará em seis subprojetos. Dois subprojetos mais gerais versam, respectivamente, sobre a política macroeconômica em Países desenvolvidos e sobre regimes de política econômica e de desenvolvimento em Países periféricos, Os outros quatro subprojetos contemplam: a) as combinações entre grau de abertura e regime cambial nos países periféricos; b) política monetária, taxas de juros e taxas de câmbio em países periféricos; c) política fiscal após as os anos 90 e d) taxa real de câmbio e contas externas: uma análise econométrica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.