Busca avançada
Ano de início
Entree

Ontogenia do controle do fotoperiodo pela melatonina e relacao com o inicio da puberdade em potras da raca brasileira de hipismo.

Processo: 96/01153-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 1996 - 31 de maio de 1999
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Francisco Gacek
Beneficiário:Francisco Gacek
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ontogenia  Melatonina  Fotoperíodo  Puberdade 

Resumo

A reprodução de várias espécies é concentrada em determinada época do ano quando é maior a possibilidade de sobrevivência da mãe e dos seus descendentes. Na espécie eqüina, e também caprina e ovina, os efeitos da estacional idade são bem distintos, dependendo da latitude onde se encontram. A égua é considerada poliéstrica estacional, ciclando regularmente durante a primavera e o verão e apresentando um período de inatividade sexual nos meses de inverno. O comprimento dos dias é o mais importante fator ambiental a interferir no ciclo reprodutivo da égua, embora a temperatura e a disponibilidade de alimentos sejam importantes. Mediando todo este mecanismo fotoperiódico, estão os níveis de melatonina (baixos durante o dia e elevados durante a noite) produzidos pela glândula pineal, que traduzem o ciclo ambiental de claro e escuro em sinais que influenciam o controle neuroendócrino reprodutivo. A grande maioria das pesquisas com melatonina nos mamíferos domésticos foi realizada na espécie ovina, com poucos trabalhos realizados em eqüinos. O padrão diário de melatonina nos eqüinos será estudado em potras da raça Brasileira de Hipismo, mediante colheita diária de sangue para dosagem do hormônio, desde o nascimento até a puberdade. (AU)