Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de gás carbônico via água de irrigação na cultura do melão

Processo: 96/01768-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 1996 - 31 de março de 1998
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Pesquisador responsável:Tarlei Arriel Botrel
Beneficiário:Tarlei Arriel Botrel
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Fotossíntese  Produtividade 

Resumo

As plantas respondem favoravelmente à atmosfera enriquecida com gás carbônico, incrementando a velocidade de assimilação em 80% ao ativar a enzima carboxilase-oxigenase, reduzindo a fotorespiração, melhorando o metabolismo, o crescimento, a produção. Também, o incremento do gás carbônico na atmosfera do solo a níveis de 250 moles, induz redução do pH do solo permitindo maior mobilidade de elementos. No Brasil, recentemente inicio-se a aplicação de gás carbônico via água de irrigação, no entanto há carência de trabalhos referentes ao assunto. Portanto, estudos para analisar os efeitos da aplicação de gás carbônico via água de irrigação para as culturas, visando aperfeiçoar o uso dessa técnica são necessários. Será estudada a aplicação de gás carbônico via água de irrigação a ser realizada diariamente, três vezes por semana e sem aplicação de gás carbônico e três ambiente de condução da cultura (em estufa, solo coberto com plástico e céu aberto). Cada parcela será constituída por uma linha de plantas com 6m de comprimento. O espaçamento entre plantas será de 0,50m. A aplicação de gás carbônico será iniciada no dia seguinte ao transplantio, estendendo-se por um período de 60 dias. A dosagem será de 50 kgha-1 de CO2. O fósforo será aplicado em sulcos contínuos por ocasião do plantio. O potássio e o nitrogênio serão aplicados semanalmente via água de irrigação utilizando um tanque de fertilizante. Será adotado método de irrigação localizada com vazão de 1 lh-1m-1 para pressão de serviço de 5 mca. As irrigações serão feitas diariamente, calculada em base na evaporação do tanque classe A e no coeficiente de cultivo (Kc). Serão analisados a produtividade, as características químicas dos frutos (pH, acidez e teor de sólidos solúveis), o desenvolvimento da cultura, crescimento de raízes e fotossíntese. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JOSÉ MARIA PINTO; TARLEI ARRIEL BOTREL; EDUARDO C. MACHADO; JOSÉ C. FEITOSA FILHO. Aplicação de co2 via água de irrigação em relação à produtividade do meloeiro. Scientia Agricola, v. 58, n. 1, p. 27-31, Mar. 2001.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.