Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de genótipos de soja resistente a doenças, com bons atributos agronômicos e portadores ou não de gene de resistência ao glifosato

Processo: 05/60024-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de novembro de 2006 - 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Antonio Orlando Di Mauro
Beneficiário:Antonio Orlando Di Mauro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/10416-1 - Avaliação de adaptabilidade e estabilidade de produção de linhagens de soja, BP.IC
09/14028-9 - Seleção assistida por marcadores microssatélites em genótipos de soja resistentes à ferrugem asiática, BP.IC
09/13872-0 - Seleção para resistência à ferrugem asiática e caracteres agronômicos em progênies segregantes de soja, BP.IC
+ mais bolsas vinculadas 09/05079-9 - Desenvolvimento de populações segregantes de soja oriundas de cruzamentos múltiplos, BP.IC
08/06151-2 - Incorporação da técnica de biobalística no programa de melhoramento da soja conduzido na UNESP/FCAV-Jaboticabal, BP.TT
07/52524-2 - Estudo da divergência genética em genótipos de soja, através de marcadores RAPD, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Resistência genética vegetal  Genótipo  Doenças de plantas  Soja  Glycine max 

Resumo

As pesquisas do presente projeto temático serão desenvolvidas empregando-se populações segregantes e avançadas de soja já disponíveis, oriundas de cruzamentos entre parentais resistentes e suscetíveis aos patógenos causadores do cancro da haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis), oídio (Erysiphe diffusa) e ao nematóide do cisto (Heterodera g/ycines Ichinohe). Novas populações derivadas de cruzamentos entre parentais resistentes e suscetíveis às três doenças, ao patógeno causador da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi Sydow & Sydow) e portadoras do gene RR estão sendo criadas, objetivando aumentar o número de plantas F2 disponíveis para a seleção e, também, para atender à demanda de mercado para novas cultivares de soja. Marcadores microssatélite e SCAR, identificados em estudos prévios, discriminativos entre genótipos resistentes e suscetíveis ao nematóide do cisto (raça 3), ao cancro da haste e ao oídio, respectivamente, serão utilizados no processo de seleção assistida, visando o desenvolvimento de cultivares de soja portadoras de características agronômicas desejáveis e resistentes às principais doenças. Nesse estudo pretende-se ainda identificar marcadores moleculares RAPD ligados ao gene que confere resistência à ferrugem da soja, com posterior conversão para marcadores moleculares SCAR. Serão ainda introduzidas duas novas linhas de pesquisa dentro do Laboratório de Biotecnologia Aplicada ao Melhoramento Vegetal, da UNESP/FCAVJ. A primeira, relacionada ao estudo da expressão gênica de plantas de soja inoculadas com o fungo causador do cancro da haste e a segunda, relacionada à transformação de plantas através da técnica da biobalística, visando a introdução dos genes para resistência à lagarta da soja (Anticarsia gemmatalis) e do gene responsável pela expressão da proteína zeína. Trata-se portanto, da continuidade do temático apoiado pela FAPESP (Processo 99/09399-4, encerrado em novembro de 2005), com inclusão de duas novas linhas de pesquisa, objetivando atender às exigências de mercado dinâmico, bem como formar novos profissionais na área de Ciências agrárias, com capacidade técnico-científica para emprego das mais recentes ferramentas tecnológicas aplicadas ao melhoramento de plantas e com capacidade de trabalho e integração grupos multidisciplinares de pesquisa e ensino. Além disso, a proposta também viabilizará a utilização de equipamentos adquiridos dentro do projeto Multi-usuário 2 (04/09467-0). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.