Busca avançada
Ano de início
Entree

Eficiencia e resposta de genotipos de trigo ao nitrogenio e seus efeitos na qualidade de graos e sementes e na incidencia das doencas para o estado de sao paulo.

Resumo

Os genótipos de trigo (Triticum aestivum L. e Triticum durum L.) apresentam variabilidade genética quanto à eficiência e ou resposta ao calcário, nitrogênio, fósforo, boro e outros nutrientes e ao manejo de água com relação a produtividade e qualidade dos grãos, e destas com doenças fungícas e qualidade das sementes. Com base nesta hipótese planejou este projeto. Os experimentos serão instalados nas Estações Experimentais, Laboratórios e Telados do IAC, Fazendas Particulares e nos Laboratórios do CENA/ESALQ/USP, conforme material e métodos. O delineamento estatístico a ser utilizado é o de blocos ao acaso no esquema fatorial de parcelas subdivididas, com quatro blocos. No experimento nitrogênio x genótipos, a parcela será constituída de cinco doses de N (0, 30, 60, 90 e 120 kg/ha) e a sub-parcela de seis genótipos de trigo (Triticum aestivum L.) (IAC-60, IAC-231, IAC-287, IAC-289, IAC-355 e IAC-1003) e (Triticum durum L.) (IAC-1001, IAC-1002 e IAC-1003). As características agronômicas avaliadas serão: produtividade bruta e econômica dos grãos, teores de nitrato e amônia e dos nutrientes no solo e na planta de trigo, partição dos nutrientes na planta, lixiviação e volatilização do N do solo, intensidade e severidade das doenças fúngicas e qualidade das sementes em diferentes doses de nutrientes e genótipos. Este conjunto de estudo, visa aumentar a produtividade, diminuir os custos de produção de grãos e agredir o meio ambiente o mínimo possível. O total de experimentos será de 10. A qualidade de grãos, ou seja, a capacidade de panificação do trigo depende do potencial genético. As sementes também têm na qualidade dependência do potencial genético. Porem, se o manejo da calagem, adubação, água, tratos culturais, secagem, armazenamento, moagem dos grãos e fabrico do pão não for observado, nada adiantará esta capacidade ou potencial genético do trigo, com relação a qualidade dos grãos e das sementes. (AU)