Busca avançada
Ano de início
Entree

Organização e funcionamento hidrobiogeoquímico das coberturas lateríticas da Amazônia

Processo: 96/01447-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de agosto de 1996 - 30 de abril de 2000
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Adolpho José Melfi
Beneficiário:Adolpho José Melfi
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):98/11340-5 - Contribuição ao conhecimento das relações entre cor, densidade e constituição dos solos. estudo de uma toposequencia da Amazônia, BP.IC
97/11283-9 - Caracterização dos oxi-hidróxidos de ferro dos solos da Amazônia, BP.IC
Assunto(s):Intemperismo  Gênese do solo  Ecossistema amazônico  Mudança climática 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Contribuições...climáticas_64_101_101.pdf

Resumo

A bacia Amazônica representa a maior área do mundo recoberta por floresta tropical úmida e solos lateríticos. Existe uma concordância de opiniões que o uso extensivo dessas terras pode alterar o clima e a produtividade desse ecossistema. Entretanto, os solos e as águas da região são ainda pouco compreendidos e conhecidos somente através de estudos pedológicos e hidrológicos dispersos. Este projeto representa a primeira tentativa de associar a distribuição dos solos nas paisagens lateríticas da Amazônia aos processos de intemperismo e pedogênse, assim como à dinâmica e qualidade das águas. A distribuição dos solos, nas escalas da sub-bacia de drenagem e da bacia Amazônica como um todo foi deduzida a partir dos mapas de grande escala do projeto Radambrasil. Este estado atual do conhecimento da distribuição dos solos e dos processos solo-água permitiram propor um modelo conceitual da paisagem solo-água para as lateritas da Amazônia, com forte ênfase sobre a degradação natural do solo e transformação de depósitos particularmente interessantes para mineração (exemplo: caolim). Este modelo ilustra as mudanças morfológicas da parte superior das lateritas devido à antiga e/ou recente expansão na paisagem de áreas saturadas com água. As mudanças dos solos sob condições hidromórficas são associadas ao desenvolvimento dos seguintes processos: 1) redoximorfismo; 2) eliminação de argilas e 3) podzolização. Através da erosão geoquímica, estes processos modificam a morfologia da paisagem. Eles podem também reduzir a capacidade produtiva do solo e aumentar a carga de eletrólitos nas águas subterrâneas e nos rios. O projeto tentará demonstrar que as lateriras amazônicas foram colocadas em desequilíbrio com as condições do meio, desenvolvendo problemas de degradação dos solos em áreas específicas da bacia. Isto sugere que as atividades humanas podem acelerar a degradação dos solos, ativando processos pré-existentes. O objetivo do projeto é conduzir pesquisas pedológicas e hidro-geoquímicas detalhadas em 4 áreas pilotos com a finalidade de 1) validar ou modificar o modelo global da paisagem solo-água; 2) melhor caracterizar os processos envolvidos na transformação dessas paisagens e 3) definir onde estes processos são antigos ou atuais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.